Futebol

CRB bate o Vitória por 3 a 1 e segue mais vivo do que nunca na briga pelo acesso

Futebol Interior | 23/11/21 - 07h25
Francisco Cedrim/CRB

Em uma noite inspirada de Renan Bressan, que foi a novidade de Allan Aal na escalação, o CRB ganhou do Vitória, por 3 a 1, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, e chega na última rodada da Série B do Brasileiro com chances de conquistar o acesso.

A vitória fez o CRB chegar aos 60 pontos e encostar no G4. No próximo domingo, quando acontece a última rodada, o time precisa ganhar do Operário, em Ponta Grossa (PR), e torcer por uma combinação de resultados.

No outro extremo da tabela, o Vitória perdeu a invencibilidade de três jogos e a chance de deixar a zona de rebaixamento. Em 18º lugar, com 40 pontos, os baianos não dependem apenas de si contra o Vila Nova, também no domingo, em Salvador (BA).

PRIMEIRO TEMPO

Surpresa na escalação do CRB, Renan Bressan precisou de um minuto para fazer valer a escolha de Allan Aal. O meia cobrou falta, ninguém desviou e a bola entrou direto no gol de Lucas Arcanjo. O Vitória acordou e criou duas boas chances seguidas.

A primeira veio em finalização de Fabinho nas mãos de Diogo Silva. A outra foi em cabeçada à queima-roupa de David. O goleiro regatiano fez milagre. A pressão surtiu efeito e o empate veio aos 16 minutos. Fernando Neto fez jogada individual e encheu o pé no ângulo, marcando um golaço.

Sentindo o bom momento do Vitória, a torcida regatiana procurou passar força ao time. O CRB, porém, continuou encontrando dificuldades para criar lances de perigo e viu Fabinho quase virar em chute de fora da área.

SEGUNDO TEMPO

Precisando da vitória para manter vivo o sonho do acesso, o CRB criou a primeira chance da etapa final aos dois minutos. Diogo Torres cobrou falta e Gum cabeceou nas mãos de Lucas Arcanjo. Aos quatro, Celsinho cruzou e Renan Bressan, de primeira, colocou o Galo na frente do placar.

O Vitória não conseguiu manter o mesmo ímpeto do primeiro tempo e viu o CRB praticamente liquidar o jogo aos 29 minutos. Diego Torres cobrou falta, Lucas Arcanjo falhou e soltos nos pés de Pablo Dyego, que completou para o gol aberto.

O terceiro gol do CRB foi uma ducha de água fria no Vitória, que pouco produziu no restante do segundo tempo. Nos acréscimos, João Pedro agrediu Jean Patrick e foi expulso direto pelo árbitro, desfalcando o time baiano na rodada final.