Futebol

CRB vence o Botafogo-SP após jogar com um a menos desde o 1º minuto

TNH1 com Futebol Interior | 26/09/20 - 07h35 - Atualizado em 26/09/20 - 08h25
José Bazzo/Agência Botafogo-SP

O CRB quebrou uma sequência de três jogos sem vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro e se reabilitou da eliminação na Copa do Brasil ao derrotar o Botafogo-SP por 2 a 1, na noite desta sexta-feira, no Estádio Santa Cruz, pela 11ª rodada.

A vitória regatiana ganhou ainda mais reconhecimento porque a equipe passou praticamente a partida inteira com um jogador a menos, já que o goleiro Victor Souza foi expulso por falta em Ronald com um minuto de duelo. Seu substituto, Edson Mardden foi o grande personagem com ótimas defesas.

Com o resultado, o CRB fechou a sexta na oitava posição, com 16 pontos, a dois do G4. O Botafogo-SP, por outro lado, já vem de um jejum de sete jogos e aparece apenas na 17ª posição, com oito pontos, dentro da zona de rebaixamento.

JOGÃO!

O CRB levou um baque logo de cara. Em uma boa fácil para a defesa, Hugo deixou para Victor Souza, mas Ronald antecipou e foi derrubado pelo goleiro fora da área. O árbitro acabou expulsando o camisa 1 regatino. Edson Mardden entrou no duelo sem estar 100% e começou a brilhar. Ele fez um milagre em arremate de Jordan.

A segurança de Mardden aumentou a confiança da equipe como um todo. O CRB cresceu e conseguiu abrir o placar mesmo com dez jogadores. Após cobrança de escanteio de Diego Torres, a bola ficou viva dentro da área. Moacir ajeitou para Léo Gamalho, que mandou para o fundo das redes.

Atrás do placar, o Botafogo continuou pressionando. Wellington tanque cabeceou para nova defesa brilhante de Madden. A bola ainda bateu no travessão. De tanto insistir, o clube de Ribeirão Preto chegou ao gol aos 49 minutos. Matheus Anjo cruzou, Rafinha não deixou a bola sair e tocou para Wellington Tanque marcar com um toque de cabeça.

DEU GALO!

No segundo tempo, a partida caiu de produção. Mais cauteloso, o CRB se fechou com a clara intenção de segurar o empate com um jogador a menos. O Botafogo demorou para encontrar espaço na defesa adversária e chegou pela primeira vez apenas aos 30 minutos, em cobrança de falta de Wellington Tanque. Mardden pegou mais uma.

O clube de Ribeirão Preto foi se jogando totalmente ao ataque e ficou muito perto de marcar. Val chutou de longe, a bola ganhou efeito e acertou a trave. No rebote, Luketa, livre de marcação, isolou. Foi aí que veio o castigo.

Aos 38 minutos, Diego Torres colocou a bola na cabeça de Reginaldo Júnior, que deu um leve desvio para colocar o CRB à frente.

Depois, o CRB só precisou se segurar e contar novamente com a grande atuação de Edson Mardden, em cabeçada de Judivan, para levar a Maceió três pontos importantes na luta pelo acesso à elite do futebol nacional.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o CRB enfrenta o América Mineiro na segunda-feira, às 20h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Na terça, às 20h30, o Botafogo visita o Oeste na Arena Barueri, em Barueri.