Polícia

Criança amarrada e amordaçada é resgatada por policiais; mãe é presa

Redação TNH1 | 09/04/20 - 07h20 - Atualizado em 09/04/20 - 08h24
Cortesia/PM

Uma mulher de 49 anos foi presa suspeita de amarrar e amordaçar a própria filha, uma criança de 10 anos, dentro de casa, no bairro de Capiatã, em Arapiraca, na noite dessa quarta-feira, 8. Ela foi autuada em flagrante por maus-tratos e abandono de incapaz. 

A Polícia Militar informou no relatório de ocorrências do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) que populares fizeram a denúncia e a criança foi encontrada com as pernas amarradas e com marcas de cordas nos pulsos. 

Vizinhos da família contaram aos agentes que a criança estaria amarrada dentro da residência desde a manhã de ontem, quando a mãe havia saído e a deixado sozinha. Ao chegar no imóvel, no período da noite, a mulher foi retirar a mordaça da filha, que gritou por socorro e chamou a atenção de quem passava pelo local.

Os militares do Batalhão de Radiopatrulha foram acionados durante ronda e no momento em que chegaram na porta da casa perceberam os gritos da garota. A polícia teria tentado chamar a mãe da jovem, mas como não houve resposta dela, os agentes entraram na residência.

Após o flagrante, a mulher tentou resistir à prisão e negou ter amarrado a filha. Afrontosa, ela precisou ser algemada e conduzida até a viatura, onde foi colocada nos fundos do carro. 

A jovem ficou sob os cuidados do Conselho Tutelar da cidade e as partes foram levadas até a delegacia para mais esclarecimentos. A mãe foi detida e vai responder por ter abandonado a criança e por maus-tratos.