Polícia

Dados da Segurança Pública mostram que Alagoas zerou roubos a bancos no ano de 2020

Agência Alagoas | 26/10/20 - 15h31 - Atualizado em 26/10/20 - 15h55
Ascom Polícia Civil

As forças de segurança de Alagoas, sob o comando da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), vêm coibindo a atuação e prendendo integrantes de diversas organizações criminosas no estado. O resultado desse trabalho integrado se reflete em números de redução de diversas modalidades criminosas. De janeiro a setembro deste ano, não houve registro de roubos a banco; roubos a casas lotéricas e casas comerciais também estão em queda.

Segundo dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC) da SSP, no ano de 2019 o número de roubos a banco também foi baixo, com o registro de apenas quatro ocorrências. Isto é reflexo do trabalho de Inteligência e de integração entre as polícias, que nos últimos anos desarticulou grandes organizações criminosas que atuavam de forma violenta nas cidades alagoanas e também em outros estados do país, causando grande prejuízo e insegurança à população.

Outras duas modalidades de Crimes Contra o Patrimônio (CVP) que tiveram queda em 2020 foram roubos a casa comercial e a lotéricas. 

Dados do NEAC apontam que as investidas criminosas contra estabelecimentos comerciais teve uma queda de 51% este ano, com o registro de 138 ocorrências. Já em 2019 o período de janeiro a setembro havia totalizado 281 casos.

Os roubos a lotéricas diminuíram 50% este ano, até setembro, com apenas um registro em todo o estado. No ano passado, o mesmo período contabilizou dois roubos.

Para o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, os resultados de redução a Crimes Contra o Patrimônio demonstram que a política de integração entre as forças de segurança tem sido fundamental para detectar a atuação criminosa em Alagoas, traçar a estratégia adequada e assim conseguir evitar que tais crimes ocorram.

“Nos últimos anos conseguimos desarticular quadrilhas especializadas em roubos a banco e mostramos que em Alagoas o crime organizado não irá se sobrepor ao Estado. Também com um trabalho de Inteligência muito forte e a atuação da Polícia Militar e Civil conseguimos reduzir os roubos a estabelecimentos comerciais e casas lotéricas. Agradeço ao empenho de todos os policiais, pois estes resultados demonstram a qualidade do trabalho técnico realizado em Alagoas”, afirmou.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, destacou a importância dos investimentos do Governo do Estado para garantir boas condições de trabalho às polícias, o que também contribui para o resultado final.

“Estes índices são resultado do nosso trabalho diuturno e também do compromisso do Governo de Alagoas em melhorar as condições de trabalho dos policiais, com novas viaturas e equipamentos”, completou.

Já o delegado-Geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, destacou a atuação dos integrantes da Polícia Civil e das demais forças de segurança de Alagoas “pela abnegação, compromisso e dedicação, requisitos fundamentais para alcançarmos tais resultados, aliados ao processo de integração entre todos os órgãos quem compõem a Secretaria de Segurança Pública, coordenados pelo secretário Lima Júnior”, disse.