Maceió

Defesa Civil emite alerta orientando sobre riscos após acumulados de chuva em Maceió

Secom Maceió | 04/08/21 - 08h32 - Atualizado em 04/08/21 - 08h35
Secom Maceió

A Defesa Civil de Maceió (DCM) emitiu um alerta via mensagem SMS, na noite desta terça-feira (3), orientando a população para a continuidade das chuvas na capital. Este volume de chuva tem gerado acumulados significativos, o que pode causar alagamentos, transbordo de rios e traz risco moderado de deslizamento em áreas de encosta.

A emissão da mensagem pela Defesa Civil se dá após o recebimento de um Alerta Meteorológico da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) apontando para os níveis de acumulados significativos de chuva, junto com um aviso do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) para o risco de deslizamento de barreiras.

Como há registro de chuva em Maceió desde o último sábado, 31 de julho, e previsão de continuidade da chuva até esta quarta-feira (4), a Defesa Civil vem intensificando as ações de monitoramento nas áreas de risco. Ao longo desta terça-feira (3), os agentes do órgão municipal realizaram rondas de monitoramento, verificando as condições de encostas e demais áreas de risco da capital.

Nas últimas 24 horas, os pluviômetros que mais registraram acumulados de chuva foram os instalados no bairro Cidade Universitária, que registrou 78 milímetros, e em Chã da Jaqueira, que marcou 84 milímetros. O menor acumulado foi registrado em Ipioca, com registro de 20 milímetros.

A Defesa Civil de Maceió está com equipes de prontidão para atendimento da população e orienta que, em casos de situações de risco ou ocorrências, o órgão pode ser acionado através do número 199. A ligação é gratuita e o serviço está disponível durante 24 horas.

A recomendação para a população que se encontra em área de risco em Maceió é que, caso não se sinta segura durante a chuva, procure abrigo em local seguro e acione a Defesa Civil.

Prevenção

A Defesa Civil reforça que, como medida preventiva, retomou a aplicação de lonas em áreas de encosta. A ação, ainda que paliativa, ajuda a minimizar os impactos das chuvas nos pontos de risco.

Com o trabalho realizado na última sexta-feira (30), o órgão repôs lonas na encosta da Avenida Leste Oeste (no Jacintinho), na Ladeira da Chã da Jaqueira e na Ladeira de Fernão Velho, locais onde havia um maior desgaste do equipamento.

As ações de colocação e reposição de lonas serão retomadas assim que as condições de clima e de solo estiverem favoráveis.