Polícia

Delegado vai convocar organizadores de réveillons privados por furto de mais de 30 celulares

Eberth Lins | 04/01/22 - 12h05 - Atualizado em 04/01/22 - 12h34
Foto: Arquivo / PC

Após uma série de furtos de aparelhos celulares nas festas privadas de Réveillon de Maceió, os organizadores serão convocados pela Polícia Civil. Para o delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito Policial (6º DP), em Cruz das Almas, a organização das festas tem obrigação de auxiliar os clientes que foram lesados enquanto participavam dos shows e contavam com a segurança dos eventos.

Entre os dias 1º e a manhã desta terça-feira (04), 32 pessoas procuraram o 6º DP para relatar furtos e registrar Boletim de Ocorrência (BO). "As pessoas pagaram caro por esses eventos e quando procuraram a segurança para relatar os furtos escutaram deles que não podiam fazer nada. Eles tinham que investigar", afirmou o delegado.

Segundo o delegado, há pessoas especialistas nesse tipo de furto e que vão a esses eventos já com o intuito de subtrair bons aparelhos celulares. "Somente no 6º DP já são 32 casos e acreditamos que existem outros. Nossa orientação é que quem teve algo furtado durante os eventos procure a delegacia para registrar. Sem a denúncia não temos como investigar", frisou Davino.