Saúde

Demora na devolução de macas prejudica atendimento do Samu

Da Redação | 17/08/21 - 14h04 - Atualizado em 17/08/21 - 15h06
Grande quantidade de ambulâncias do Samu paradas no HGE chama a atenção para problema recorrente | Weliton Soares/TV Pajuçara

Um problema recorrente vem prejudicando o atendimento prestado pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Trata-se da demora na devolução das macas utilizadas durante a transferência do paciente para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Nesta terça-feira (17), a reportagem da TV Pajuçara voltou a flagrar seis ambulâncias – inclusive de suporte avançado – paradas no estacionamento do HGE porque os socorristas aguardavam as macas para, só então, deixarem a unidade de saúde.

Uma técnica de enfermagem ouvida pela repórter Maria Maciel relatou, no início da tarde, que a espera já durava quase quatro horas. Com a demora na devolução do equipamento, as equipes acabam impedidas de, se acionadas, deslocar-se a outras ocorrências de urgência e emergência na capital. Também em virtude da demora, uma das equipes, inclusive, precisou ser substituída por outros profissionais, devido ao avançar da hora. 

Em nota, a assessoria de comunicação do Hospital Geral do Estado informou que a demora é consequência do grande número de pacientes politraumatizados em razão de acidentes, sobretudo os de trânsito, acrescentando que "a equipe multidisciplinar trabalha para agilizar a assistência prestada aos usuários e liberar as macas das ambulâncias do Samu".

Confira, abaixo, a íntegra da nota:

O Hospital Geral do Estado (HGE) esclarece que, mesmo com a grande demanda de pacientes politraumatizados atendidos em razão de acidentes, sendo 70 somente de trânsito nos últimos três dias, a equipe multidisciplinar trabalha para agilizar a assistência prestada aos usuários e liberar as macas das ambulâncias do Serviço Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ressalta que o HGE é uma unidade porta aberta, referência no atendimento de Média e Alta Complexidade aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).