Conteúdo de Marca

Do recém-nascido à melhor idade: clínica de medicina de família chega a Maceió com proposta de atendimento e tratamento a todas as faixas etárias

04/02/20 - 09h00 - Atualizado em 04/02/20 - 09h37

Ter um problema de saúde crônico como diabetes e hipertensão ou até uma gripe, resfriado ou virose, eventualmente, leva o paciente a buscar atendimento de emergência ou a procurar especialistas por problemas que podem ser tratados com um médico de família e por meio de um acompanhamento contínuo.
Para muitas pessoas, isso significa ir a inúmeras consultas. Mas uma proposta cada vez mais difundida no nosso sistema público e consolidada em diversos países, a atenção primária à saúde, mostra que esse atendimento pode ser feito por uma equipe de medicina de família, prática que atualmente também se expande no setor privado, inclusive em planos e convênios.

Em Maceió, a Senescence é a primeira clínica de medicina de família particular, e atua desde dezembro na Capital. O atendimento é diferenciado desde a recepção, onde uma técnica de enfermagem faz o primeiro contato com o paciente para encaminhar à enfermeira, que o examina e avalia os sintomas. Em seguida, o médico ou a médica faz a consulta, dá o diagnóstico, solicita exames e, caso necessário, encaminha a outro especialista e coloca o paciente em um programa interno de coordenação do cuidado.

"Aqui, o atendimento é amplo, buscamos não só medicar, mas tratar o paciente. A clínica tem que ser resolutiva, e se o médico necessitar fazer um encaminhamento a outro especialista, o paciente vai e volta para continuar a ser acompanhado pela sua equipe de medicina de família. O índice de resolutividade é em torno de 80%", explica o administrador da Clínica Senescence, Wellington Ramalho.


Ele ainda ressalta que o atendimento ao paciente, praticamente se inicia no ato da marcação ou confirmação da consulta. A técnica de enfermagem busca saber do paciente, por telefone mesmo, qual o real estado de saúde em que ele se encontra e o orienta a tomar medidas paliativas antes de chegar à clínica, evitando assim complicações ou agravamento no trajeto.


Consulta não encerra tratamento

A equipe de medicina de família acompanha o paciente mesmo após o fim da consulta. O objetivo é promover o acesso a saúde, manter um tratamento de forma integral, contínuo e coordenado, especialmente para doenças crônicas, como diabetes e hipertensão; condições relacionadas à gestação ou ao período perinatal, para a mãe e o bebê; saúde psicológica e emocional e quadros relacionados ao envelhecimento.

A Clínica Senescence foi pioneira no Brasil ao inserir a proposta no setor privado, em 2017. E no ano seguinte, a ANS lançou um programa de estímulo à atenção primária nos planos de saúde, para com isso reduzir a necessidade pelos setores de emergência e alta complexidade.


"Nós visamos acompanhar o paciente em todas as fases da vida, por meio de uma abordagem ampla. O paciente será olhado como um todo. Não é só a parte clínica. Por exemplo, muitas vezes, uma situação de hipertensão é causada por estresse, por um problema de ordem psicológica ou emocional. Por isso, vemos todos os aspectos, não só clínico, mas social, familiar, ambiental", afirma a médica de família e responsável técnica da Senescence, Dra. Laura Fripp Cordeiro.

A Clínica Senescence funciona no Harmony Medical Center, sala 712, bairro de Jatiúca, aqui em Maceió. O atendimento pode ser particular ou pelo convênio Amil. Ela também tem sedes em Fortaleza e Recife.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (82) 3313-7080 ou Whatsapp (82) 99117-4331.