Alagoas

Em Alagoas, dor nas costas é a principal causa de afastamento do trabalho

TNH1 | 05/10/18 - 12h01 - Atualizado em 05/10/18 - 12h01
Unsplash

A dorsalgia, mais conhecida como dor nas costas, é a primeira entre as causas que geram afastamento do trabalho em Alagoas. Os dados publicados pelo Ministério do Trabalho mostram que o estado registrou 2.622 casos em 2017.

Os problemas, que incluem lesões por acidente de trabalho, também são o principal motivo de afastamento nos estados do Acre, Maranhão, Pará, Pernambuco, Piauí e Rondônia. Em todo o país foram registrados 12.073 casos.

O auditor-fiscal do trabalho Jeferson Seidler explica que a dor é mais comum na região lombar. “O problema geralmente tem origem muscular ou nos ligamentos, mas as hérnias de disco intervertebral também têm impacto importante”, diz.

Entre as atividades que podem provocar a lesão estão trabalhos que envolvem movimentação manual de cargas e funções onde o funcionário permaneça muito tempo na mesma posição, como, por exemplo, entrega de correspondências, transporte rodoviário de longas distâncias, fabricação de automóveis, frigoríficos, comércio atacadista de bebidas, coletas de resíduos, construção civil e atividades de atendimento hospitalar (por conta da movimentação de paciente acamados).

Como prevenir

O ambiente de trabalho deve ser organizado de maneia a oferecer as melhores condições ao colaborador, levando em conta itens como as normas de produção, ritmo de trabalho e tempo de permanência no espaço e conteúdo de tarefas.

De acordo com a Norma Regulamentadora 17, sobre ergonomia, a organização deve permitir a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo que proporcione um máximo conforto, segurança e desempenho eficiente. Entre essas medidas estão pausas para descanso e exercícios de alongamento e aquecimento ou ginástica laboral.

*Com informações do Estadão