Polícia

Em áudio, preso revela participação de facção em 5 assassinatos na orla lagunar e detalha crimes

16/01/18 - 12h17 - Atualizado em 16/01/18 - 12h17
Reprodução

Um áudio de um integrante de uma facção criminosa, que chegou ao conhecimento do Serviço de Inteligência da polícia e da Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) nessa segunda-feira (15), revela a participação do grupo em cinco homicídios cometidos na orla lagunar de Maceió.

Na gravação, o detento, identificado como José Stélio Marques de Souza Nizzo, faz diversas ameaças a uma facção rival, além de confessar os assassinatos cometidos pelo grupo que participa. De acordo com a Seris, ele faz parte do segundo escalão de um grupo criminoso, e, no momento, está em uma cela isolada do Presídio de Segurança Máxima, para ser conduzido à Central de Flagrantes, onde será ouvido.

Dentre os crimes citados, estão os assassinatos de pessoas identificadas como Binha, na favela do Peixe; Rafa, no conjunto Mutirão 3; Isaac, na beira da lagoa; e Boca e Agreste, um duplo homicídio cometido em uma região considerada "quartel general" do grupo inimigo. Todas essas mortes foram atribuídas à guerra entre facções.

Ouça o áudio:


Stélio ameaça ainda uma chacina dentro do sistema prisional, semelhante à que ocorreu em Manaus.

Ainda segundo a Seris, uma transferência de detentos para presídios federais está sendo analisada entre o secretário e o governador, mas os nomes e as datas ainda não podem ser divulgados. Eles também afirmaram que está sendo cogitada a relocação de José.