Polícia

Em áudios, pastor diz para criança que sexo entre os dois ia "curar" o pai dela; ouça

João Victor Souza | 25/11/21 - 07h34 - Atualizado em 25/11/21 - 08h38
Reprodução/Redes Sociais

Áudios enviados pelo pastor suspeito de assediar sexualmente uma menina de 10 anos, em Fernão Velho, mostram que o líder religioso tentou convencer a vítima para ir numa residência para praticar sexo e perder a virgindade com ele. O pastor aliciou a criança com o argumento de que o pai dela seria "curado" se o ato fosse consumado, já que ele estaria rodeado de "espíritos da morte". O suspeito afirmou também para a menor que o sexo seria "obra de Deus". O TNH1 teve acesso às mensagens. Confira mais abaixo.

O pastor evangélico, que não teve o nome divulgado devido à Lei de Abuso de Autoridade, foi preso nessa quarta-feira, 24, após denúncia de vizinhos da vítima à Polícia Militar. A tia da menina teve acesso aos arquivos enviados pelo suspeito num aplicativo de mensagens no celular dela.

Nos primeiros áudios, o líder religioso de 45 anos afirma que vai ser o primeiro homem a ter relações sexual com a menina e que era para ela não ter vergonha. "Deus me mostrou que você ia se acordar de 7h30, que você ia só esperar minha ligação [...] Vou fazer aquilo que eu quero fazer, entendeu? Tirar sua virgindade, é só ficar relaxada, não tenha vergonha, entendeu?". 

Em outro momento, o suspeito pede para a criança avisar a família que vai na casa de uma colega para pregar a palavra de Deus. "Você tem que dizer que você vai na casa de uma colega sua porque Deus mandou. O pessoal vai entender. Porque sabem que o próprio Deus quer usar você. Você tem um coração... Não tenha medo. Estou esperando você". Depois ele insiste que o sexo é pelo pai da vítima. "Você tem que vir, porque o espírito de morte está rodeando seu pai [...] Estou te esperando na porta da minha casa. Mais cedo é melhor. Entendeu?".

"Você termina as coisas e diz que Deus foi no seu coração para ir na casa da menina do louvor da igreja. Você dá o convite a ela e vai levar a palavra que o senhor deu a ela. O pastor tem que fazer a obra de Deus. Você diz assim a ela. Você diz a ela que é rapidinho. Você diz que é uma colega sua, de colégio. Você diz que ela tem 11 anos, e que eu vou lá entregar a palavra de Deus, e vai estar ela e a mãe dela. E que quando terminar você vai embora", continua ao pedir para a avó da vítima ser avisada dessa forma.

Ao ter uma mensagem positiva da menor, o líder religioso diz que está tudo pronto para os dois. Ele também engana a menina afirmando que Deus ficou feliz com a atitude dela. "Então você vem agora de 10h, né? Estou lhe esperando. Eu estou na área te esperando, já está tudo arrumado. Você diga que vai fazer a obra de Deus, sim. Deus se agradou com a sua atitude, viu? Pense como ele se agradou. Venha logo".

Ouça os áudios:

O caso - Policiais militares do 4º Batalhão prenderam um pastor de uma igreja evangélica por assediar sexualmente uma criança de 10 anos no bairro de Fernão Velho, em Maceió, nessa quarta-feira, 24. De acordo com as denúncias, ele mandou mensagens de áudio para a menina para convencê-la a praticar sexo com ele. 

De acordo com a polícia, uma equipe de militares foi acionada por vizinhos da vítima, que informaram que a menor estaria sendo aliciada para fazer sexo com o homem de 45 anos, na região da Vila da Goiabeira. Durante o deslocamento, a polícia encontrou a tia da criança e ela apresentou os áudios do pastor enviados para a menina num aplicativo de mensagens.

O pastor foi localizado pelos policiais e levado para a delegacia para os procedimentos necessários. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de violência sexual mediante fraude. A Polícia Civil vai investigar o crime.