Mercado de Trabalho

Em época de crise política e econômica, o que fazer para manter o próprio negócio?

20/04/16 - 14h35 - Atualizado em 20/04/16 - 17h01

Em tempos de instabilidade política e crise econômica em que se encontra o Brasil, o período para o mercado e as micro e pequenas empresas se torna imprevisível. O que fazer, então, para driblar esse cenário e conseguir manter o funcionamento do próprio negócio?

Foi esse o tema comentado, nesta tarde (20), pelo analista da Unidade de Atendimento do Sebrae/AL, Maurício de Oliveira, no quadro sobre empreendedorismo do programa de rádio Pajuçara na Hora, comandado por Oscar de Melo.

Em junho, acontece em Alagoas o maior encontro de líderes do Norte e Nordeste, diversos palestrantes trazem informações sobre o mundo dos negócios e empreendedorismo.

Segundo o analista, o momento é sim de imprevisibilidade, já que houve uma diminuição de consumo pela população. A principal dica, de acordo com Maurício Oliveira, é focar completamente no negócio.

“As pessoas realmente diminuíram o consumo, mas isso não significa que pararam de consumir. Então é necessário que a empresa realize uma pesquisa de mercado aprofundada sobre o público que atende, ao mesmo tempo em que analise e enxugue os gastos desnecessários no negócio”, explicou Maurício Oliveira.

De acordo com ele, pontos imprescindíveis para que a empresa continue a funcionar neste período de instabilidade econômica são garantir um bom atendimento ao público e estreitar o relacionamento com seus clientes.

“Não adianta culpar a economia e o mercado e não olhar para dentro da empresa, capacitar seus funcionários, prestar um bom atendimento e investir nos seus clientes”, argumentou o analista.

Maurício Oliveira ainda disse que “algumas empresas cometem o erro de sair atrás de um novo público, no desespero em relação às possibilidades que a crise sugere. O momento agora é de olhar para os clientes que já possuem e oferecer o melhor serviço e atendimento a eles”.

Em época de crise política e econômica, o que fazer para manter o próprio negócio?
Em época de crise política e econômica, o que fazer para manter o próprio negócio?