Trânsito

Em reunião com prefeitura, MPE pede que valor da passagem não seja reajustado

14/01/20 - 07h37 - Atualizado em 14/01/20 - 07h43
TNH1 / Arquivo

Durante reunião realizada nessa segunda-feira (13) entre representantes do Ministério Público Estadual e a prefeitura de Maceió, os promotores e o procurador pediram para que o município não aplique o valor de R$ 4,10 — aprovado pelo Conselho Municipal de Trânsito — como o novo valor da passagem.

O pedido foi feito após a apresentação de uma auditoria realizada no transporte público da capital alagoana. Os promotores também solicitaram ao prefeito que “encontre uma fórmula para manter a higidez (saúde) do sistema, evitando, desta forma, que esse mesmo sistema de transporte público entre em colapso”.

Além do prefeito Rui Palmeira, participaram da reunião os promotores Max Martins, da Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, Jorge Dória, da Promotoria de Justiça de Urbanismo, e Fernanda Moreira, da Promotoria de Justiça da Fazenda Pública Municipal, e o procurador do Ministério Público de Contas, Pedro Barbosa.

Durante a reunião, Palmeira  ficou de analisar o resultado da auditoria e elaborar uma nova proposta sobre o valor da passagem. O resultado desse estudo será apresentado ao MPAL e ão MPC na próxima terça-feira. A hora e o local da nova reunião ainda serão definidos.