Brasil

Embaixada da Venezuela em Brasília é invadida por apoiadores de Juan Guaidó

Simpatizantes do autoproclamado presidente Juan Guaidó entraram em conflito com funcionários da representação diplomática durante a madrugada

Veja | 13/11/19 - 08h45
Simpatizantes do presidente Juan Guaidó entraram em conflito com funcionários da representação diplomática durante a madrugada | Reprodução / Veja

A embaixada da Venezuela em Brasília foi invadida na madrugada desta quarta-feira, 13, por um grupo de apoiadores de Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino do país sul-americano. Segundo a Polícia Militar, os invasores chegaram por volta das 4h da manhã e tentaram expulsar os funcionários da representação diplomática.

A PM foi acionada, mas não pôde entrar no local ou retirar as pessoas, por se tratar de uma representação diplomática. A situação ainda não foi resolvida e os simpatizantes de Guaidó permanecem na embaixada.

A invasão foi denunciada nesta manhã por parlamentares brasileiros do PT e PCdoB. “Um atentado à soberania e à democracia!”, escreveu a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ).

“No dia do encontro da Cúpula dos BRICs, com presença da China e da Rússia, grupelhos fascistas invadem a embaixada da Venezuela, em Brasília.O ato criminoso pode desencadear uma crise diplomática sem precedentes”, afirmou a deputada Erika Kokay (PT/DF).

"