Polícia

Empresário vítima de sequestro é resgatado e criminosos são presos em motel

João Victor Souza | 25/05/20 - 07h17 - Atualizado em 25/05/20 - 08h15
Arquivo TNH1

A polícia encontrou, dentro de um quarto de motel, nesse domingo, 24, o empresário vítima de sequestro em Maceió. O homem estava amarrado com os braços para trás e com capuz na cabeça, sendo mantido em cárcere privado. Os criminosos foram presos em flagrante.

Segundo informações do Batalhão de Radiopatrulha, os agentes foram informados sobre um sequestro no Trapiche da Barra, bairro da parte baixa da capital alagoana, onde um homem foi abordado por bandidos e colocado dentro do próprio carro, um Jaguar azul, dando a partida do veículo logo depois. 

Através do rastreador do celular da vítima, os policiais se deslocaram para a Rua Prisciliano Sarmento, em São Jorge, onde um motel havia sido indicado como o local onde o empresário era mantido em cárcere privado. 

Depois de entrar no estabelecimento, os militares flagraram a vítima encapuzada e amarrada dentro do quarto, na companhia de um sequestrador. O outro estava dentro do carro estacionado na garagem, com um arma de fogo. Nenhum deles reagiu.

A polícia apreendeu uma faca e duas pistolas, de calibre 380, com cinco carregadores, além de 62 munições. Os bandidos também foram encontrados com dois celulares da marca iPhone, um notebook e o carro usado para chegar até a vítima, um Volkswagen Virtus prata, de placa LMP-6G89/Brasil. O Jaguar, que pertence ao empresário, foi recuperado.

Outros materiais usados no sequestro também foram recolhidos pela PM, como um galão com cinco litros de gasolina, uma peça de fio com pontas desemcapadas, uma algema, uma balaclava, duas camisas com identificação da polícia, que foram usadas para enganar a vítima, dois coldres, que são estojos de couro para guardar armas, e três lacres de plásticos conhecidos como "engasga gato".

A dupla foi presa e conduzida até a Central de Flagrantes, no Farol, onde foi autuada por extorsão mediante sequestro. As armas e os outros utensílios também foram levados para a delegacia.

O 1º Batalhão de Polícia Militar também participou do resgate.