Saúde

Entregador chegou ao HGE com traumatismo craniano grave

TNH1 | 27/07/21 - 12h55 - Atualizado em 27/07/21 - 13h52
BR104

O Hospital Geral do Estado (HGE) informou, por meio de nota, no início da tarde desta terça-feira, 27, que o entregador de lanches Luandenysson Santos Leite, de 24 anos, deu entrada na unidade de saúde com traumatismo cranioencefálico grave na última quinta-feira, 22. No mesmo dia, segundo o HGE, foi solicitado a abertura de protocolo de morte encefálica.

Luandenysson se envolveu em um acidente de trânsito na quarta-feira passada, em União dos Palmares, e a morte foi confirmada aos familiares no último domingo. Os parentes do entregador denunciaram um suposto caso de negligência médica no Hospital Regional da Mata (HRM), primeiro local que atendeu a vítima. A direção do HRM já confirmou que o médico foi afastado do trabalho e que o caso vai ser investigado.

O HGE disse ainda que Luandenysson passou por exames durante os dias internado, como também houve avaliação da equipe multidisciplinar da unidade. Apenas no domingo, 25, foi diagnosticado o óbito e realizado o acolhimento aos familiares.

DENÚNCIA DE NEGLIGÊNCIA

A família do jovem disse ao TNH1 nesta manhã que ele foi encaminhado em estado grave ao HGE e acusa o HRM de negligência médica por ter liberado o rapaz horas depois do acidente, sem realizar exames específicos para o caso.

"Nós temos certeza que houve negligência médica. Meu irmão ficou desacordado depois do acidente e, para se ter ideia da gravidade, saiu do hospital com ombros e clavícula quebrados sem que fosse notado. Não imobilizaram nada, só receitaram uso do medicamento nimesulida (anti-inflamatório)", contou Luan Victor dos Santos Leite, irmão de Luandenysson.

A direção do HRM admitiu à reportagem que foi aberta uma sindicância e o médico responsável pelo atendimento foi afastado, até a conclusão das investigações, que serão acompanhadas pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) e Conselho de Ética da unidade hospitalar.

NOTA HRM

"A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau/AL) informa que já tomou conhecimento da denúncia e que está apurando os fatos de uma suposta negligência médica no caso de Luandenysson Santos Leite, que sofreu um acidente de moto e precisou de atendimento no Hospital Regional da Mata, localizado em União dos Palmares, na última quinta-feira. 

Informa, ainda, que o médico já foi afastado das atividades, ressaltando que não é conivente com possíveis erros e reafirmamos que as devidas providências serão tomadas. A Sesau reafirma o compromisso em assegurar atendimento humanizado, ágil e eficiente a todos os usuários que procuram assistência na rede hospitalar estadual."

TNH1 questionou a direção do hospital sobre o estado de saúde do jovem no primeiro atendimento, mas o hospital disse que "as informações do prontuário do paciente são sigilosas e não podem ser divulgadas sem a autorização da família".