Saúde

Estado tem 452,7 mil vacinados com a 1ª dose e 201,7 mil com a segunda

TNH1 | 02/05/21 - 15h11 - Atualizado em 02/05/21 - 17h56
Agência Alagoas

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) divulgou a atualização do quantitativo de doses das vacinas contra Covid-19 aplicadas no Estado, por meio do Programa Nacional de Imunização em Alagoas (PNI/AL), e apoio técnico do Conselho Municipal de Secretarias de Saúde de Alagoas (Cosems/AL).

Alagoas agora tem 654.498 doses de imunizantes recebidos pela população. Ao todo, são 452.711 pessoas vacinadas com a primeira dose e 201.787 já imunizadas com a segunda dose.

A Sesau confirmou que mais de 100 mil doses de vacinas vão ser entregues a Alagoas, pelo Ministério da Saúde, nesta segunda feira (03). Após a chegada do novo lote, a secretaria e os municípios devem anunciar o próximo cronograma de vacinação.  

A nova remessa é composta por 99.750 doses de AstraZeneca e 7.020 de PfiZer, esta última repassada pela primeira vez ao Estado. Os imunizantes da PfiZer serão aplicados em Maceió e em Arapiraca, pois exigem alto nível de congelamento.

Já um lote com 4.600 doses da vacina CoronaVac chegou ao Estado no final da tarde de sábado, feriado do Dia do Trabalhador.

Boletim de casos

O Boletim Epidemiológico da Sesau, deste domingo (02),confirmou mais 693 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 175.169 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 3.605 estão em isolamento domiciliar.Outros 166.575 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença.Há 10.441 casos em investigação laboratorial. Foram registradas 18 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 4.258 óbitos por Covid-19.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 4.258 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 4.250 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 2.367 eram do sexo masculino e 1.883 do sexo feminino. Eram 1.962 pessoas que residiam em Maceió e as outras 2.288 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.