Polícia

Estudante simula sequestro em Maceió depois de beber e bater com o carro

Eberth Lins com TV Pajuçara | 13/02/20 - 08h36 - Atualizado em 14/02/20 - 09h34

Uma jovem, que não teve a identidade revelada pela polícia, está sendo acusada de simular o próprio sequestro.

De acordo com o delegado Thiago Prado, da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), a comunicação do falso sequestro aconteceu ainda na madrugada desta quinta-feira (13), quando a polícia iniciou as investigações.

Várias frentes policiais foram empregadas para dar suporte. A informação que tínhamos era de que a jovem tinha saído para aula na faculdade e até então não tinha retornado. Até que houve a comunicação do falso sequestro”, disse.

Segundo a polícia, a estudante contou com a ajuda de dois homens para criar o falso sequestro.

Na verdade tudo era uma farsa. Não houve sequestro algum. Ela saiu de casa dizendo que ia para a faculdade, foi a um bar na orla, fez ingestão de bebida alcoólica e depois bateu o carro em uma pedra, o que gerou um dano no automóvel. Com receio de assumir o dano, ela criou essa situação contando com a ajuda de dois colegas”, detalhou o delegado.

O delegado disse ainda que a jovem seria filha de um policial civil.

A estudante foi localizada pela polícia no bairro Clima Bom, na parte alta da cidade, na casa de um dos rapazes que teria dado cobertura ao falso sequestro.

A jovem e os dois rapazes foram levados à Deic, no bairro Santa Amélia, onde devem ser ouvidos sobre a falsa comunicação. “Com certeza devem pagar por esse ato”, complementou o delegado.