Polícia

Ex-jogador de CSA e CRB liderava grupo de "falsos policiais", diz delegado

João Victor Souza | 16/08/21 - 10h25 - Atualizado em 16/08/21 - 10h35
Arquivo/Divulgação/CSA

O ex-jogador de futebol Adriano Silva, conhecido como "Adrianinho", preso por cometer assalto no município de Belém vestido com roupa de policial civil, é considerado pelas autoridades o líder do grupo que, além do crime de roubo, também é suspeito da prática de um homicídio. As informações foram passadas pelo delegado Gustavo Xavier, responsável pela investigação.

Adrianinho e mais dois suspeitos foram capturados na manhã desse domingo, 15, em cumprimento a mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça. O ex-jogador foi detido em casa num condomínio de luxo na Barra de São Miguel, enquanto os outros foram presos em Maceió. Eles foram filmados rendendo uma vítima como "falsos policiais" no início de julho.

"Nós consideramos ele líder, pois tinha poder de decisão sobre os outros. Um foi segurança dele e outro era funcionário de uma loja. Eles também estão sendo investigados por homicídio, mas não tenho ainda muito detalhes para passar", afirmou Gustavo Xavier.

O delegado também destacou que a polícia está à procura de ao menos mais um integrante do grupo. "Ainda há mais suspeitos, pelo menos mais um. A polícia já trabalha para localizá-lo. Os três que foram presos já se encontram reclusos no sistema prisional", destacou Xavier. O coordenador da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) disse ainda que não descarta a participação do ex-jogador no tráfico de drogas.

"O Adriano tem envolvimento com drogas, ainda não temos elementos que comprovem relação com o tráfico, mas ele consumia drogas ininterruptamente. Por ser um atleta, chama a atenção. Inclusive, no momento da prisão, encontramos vestígios de consumo de drogas na casa dele". O TNH1 não conseguiu contato com a defesa do ex-jogador e dos outros presos. A reportagem deixa o espaço aberto para a manifestação dos advogados.

Histórico como jogador

Adriano Barbosa da Silva tem 34 anos e é natural do Rio de Janeiro. Revelado nas categorias de base do Vasco da Gama em meados dos anos 2000, o ex-jogador que atuava no meio-campo passou por CRB, em 2008, e CSA, em 2011. Segundo o site Ogol, Adrianinho também defendeu outros times alagoanos como Coruripe, União e Sport Atalaia. O seu último clube foi o CSE há três anos.