Maceió

Familiares protestam para saber paradeiro de pedreiro desaparecido após abordagem da PM 

Redação TNH1 | 29/10/20 - 11h36 - Atualizado em 29/10/20 - 11h37
Foto: Arquivo pessoal

Passados 20 dias sem notícias, familiares do pedreiro Jonas Seixas da Silva, de 32 anos, se reuniram nesta quinta-feira (29) para cobrar respostas das autoridades policiais. O ato foi realizado em frente ao prédio do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), no Centro.

Jonas está desaparecido desde 09 de outubro, quando foi visto pela última vez ao ser abordado por policiais militares, na comunidade Grota do Cigano, no bairro Jacintinho.

Durante a abordagem, segundo informações, a polícia informou que levaria Jonas Seixas até a Central de Flagrantes, no bairro Pinheiro. O paradeiro do homem, no entanto, ainda é desconhecido pela família.

O desaparecimento do pedreiro foi denunciado por familiares ao Ministério Público do Estado (MPE).

Nessa terça-feira (27), a Polícia Civil (PC) informou que uma comissão de delegados foi criada para investigar o caso. O trabalho será conduzido pelos pelos delegados Eduardo Mero, Rosimeire Vieira e Bruno Emílio.