Maceió

Fiscalização flagra banhistas na Praia da Sereia e encerra evento em estabelecimento

João Victor Souza e Itawi Albuquerque | 20/03/21 - 11h48 - Atualizado em 20/03/21 - 11h48
Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão

Equipes de fiscalização flagraram banhistas na Praia da Sereia, Litoral Norte de Maceió, na manhã deste sábado (20), no primeiro fim de semana com fechamento das praias em cumprimento ao novo decreto estadual para conter o avanço da Covid-19. Além disso, um estabelecimento que promoveu um evento próximo da região foi fechado após orientação das autoridades.

A operação na capital é realizada por agentes da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), da Guarda Municipal e da Vigilância Sanitária.

Segundo o coordenador-geral de planejamento e orçamento da Semscs, Luciano Negrão, os banhistas foram orientados a se retirar da praia e respeitaram a determinação. 

"A fiscalização encontrou vários pedestres na orla que foram orientados sobre a decisão no decreto. A Praia da Sereia estava lotada de pessoas, esses banhistas foram orientados e deixaram o espaço, obedecendo a recomendação. Um estabelecimento foi flagrado tendo um evento nas proximidades do Mirante da Sereia, e o organizador foi orientado a encerrar", informou.

Até as 11h de hoje, a fiscalização havia visitado 45 estabelecimentos e não tinha registrado mais irregularidades neste sábado.

(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)
(Cortesia ao TNH1/Luciano Negrão)

Fiscalização na sexta-feira

A ação, que teve início na sexta, 19, não havia constatado descumprimentos durante o dia. Porém, após às 21h de ontem, no período do toque de recolher, dois locais foram encontrados em funcionamento, assim como cinco ambulantes continuavam com o comércio. Todos receberam a orientação para encerrar os serviços e atenderam.

"Está sendo um trabalho de orientação do novo decreto estadual. Desde sexta-feira, estamos trabalhando e fazendo essa abordagem educativa. Ontem, 400 estabelecimentos foram monitorados depois de 21h, dois foram encontrados abertos, e após orientação, foram fechados. Cinco ambulantes foram orientados também", afirmou Luciano Negrão.

Neste fim de semana, praias, comércio e shoppings não poderão ser abertos ao público. A medida mais rígida visa coibir o crescimento de casos de coronavírus no Estado. A população também deve respeitar o toque de recolher, com a restrição de horário de circulação das pessoas nas ruas e logradouros públicos de 21h até 5h.