Alagoas

Governador anuncia duplicação de rodovia entre Barra de São Miguel e São Miguel dos Campos

15/02/17 - 17h14 - Atualizado em 15/02/17 - 17h16
Reprodução/Ascom ALE

A Assembleia Legislativa de Alagoas retornou aos trabalhos na tarde desta quarta-feira, 15, e contou com discurso do governador, Renan Filho, que apresentou o plano de governo para 2017 e anunciou a assinatura de contrato para obras da duplicação da AL-220. As obras abrangem o trecho do município da Barra de São Miguel e se estenderão até o município de São Miguel dos Campos.

“Assinamos o contrato no começo da tarde e obra vai da AL-220, na Barra de São Miguel, até a BR-101, em São Miguel dos Campos. Também pretendemos, ainda neste ano, anunciarmos a duplicação do restante do trecho de São Miguel dos Campos até Arapiraca, que é um sonho antigo do alagoano”, afirmou.

A data do início das obras ainda não foi confirmada pelo governador. Serão aproximadamente 18 km de duplicação e os custos da obra são estimados em R$ 60 milhões. 

Assembleia Legislativa

O reinício das atividades parlamentares aconteceu por meio de Sessão Solene de instalação da 3ª Sessão Legislativa da 18ª Legislatura.

Durante o discurso, Renan Filho também destacou evoluções nas áreas de educação, saúde, segurança e reforçou a necessidade do apoio da Assembleia para o avanço de todos os setores do Estado. “É necessário harmonia entre os poderes, respeitando a independência de cada um. Alagoas tem buscado superar se forma integrada as dificuldades enfrentadas. A Assembleia Legislativa vive um momento próspero, de dialogo com os setores, que recebe os presidentes dos poderes e se posiciona quando necessário. É este plenário que representa o povo de Alagoas”, afirmou.

Reconduzido ao cargo no último dia 1º de fevereiro, o presidente do Legislativo alagoano, deputado Luiz Dantas, disse que sua expectativa é de que este ano seja tão produtivo quanto o último biênio de sua gestão. “Iremos implementar ações para a melhoria do Parlamento, assim como fizemos nos últimos dois anos, e dar sequência ao processo de modernização da Casa, administrando-a com equilíbrio e transparência”, assegurou Dantas.