Maceió

Governador assina ordem de serviço para Base Descentralizada do Samu e Corpo de Bombeiros

Agência Alagoas | 24/02/21 - 15h38
Agência Alagoas

O governador Renan Filho e o secretário de Estado da Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça, assinaram, na manhã desta quarta-feira (24), a ordem de serviço para o início das obras de construção da Base Descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL). A unidade será instalada na área sob o Viaduto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), entroncamento entre as BRs 316 e 104, Tabuleiro do Martins, em Maceió, onde foi realizada a solenidade.

"Essa área vai ser ocupada por uma Base Descentralizada do Samu e do Corpo de Bombeiros, uma estrutura nova que vai ajudar a salvar vidas em todas as partes da capital e da Região Metropolitana", apontou Renan Filho. 

A nova Base Descentralizada da Central Maceió do Samu de Alagoas vai contar com uma Unidade de Suporte Avançado (USA), conhecida também como uma UTI móvel; duas Unidades de Suporte Básico (USB) e quatro motolâncias.

Presentes à solenidade, o secretário executivo da Saúde, Marcos Ramalho, e o comandante-geral do CBMAL, André Madeiro, destacaram a localização estratégica da nova unidade.

"Essa base fica muito próxima de hospitais importantes, como o Metropolitano e o HU [Hospital Universitário]; fica próxima do acesso à cidade de Rio Largo, onde temos o maior número de ocorrências mensais, então ela vai garantir nosso maior indicador de qualidade que é o tempo-resposta", ressaltou Ramalho.

"Facilita bastante toda essa questão do acesso e a diminuição do tempo-resposta. A estrutura será compartilhada entre o Corpo de Bombeiros e o Samu, num trabalho integrado, que é a marca da gestão Renan Filho. Aqui teremos uma viatura de combate a incêndios e uma de salvamento", acrescentou Madeiro.

A Base Descentralizada do Samu contará com 13 socorristas por turno, sendo um médico, um enfermeiro, oito técnicos de enfermagem e três condutores socorristas.

As USBs são equipadas com macas, pranchas rígidas, talas de imobilização, colares cervicais, cilindros de oxigênio, desfibrilador externo automático (DEA), máscaras de oxigênio, soros, material para acesso venoso, cateter, oxímetro e tensiômetro.

Já a UTI móvel possui todos os materiais das unidades básicas e ainda conta com medicamentos, desfibrilador, bomba de infusão e respirador. As equipes de motolância circulam com todos os materiais que constam na USBs, com exceção da maca e da prancha rígida.

As equipes da UTI móvel contam com médico, enfermeiro e condutor socorrista; a USB com condutor socorrista e dois técnicos de enfermagem; e as motolâncias com técnicos de enfermagem.

CISP em Rio Largo

Após a solenidade, o governador e o secretário de Estado da Segurança Pública foram até Rio Largo. No município da Região Metropolitana, eles inspecionaram as obras de construção do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP). A previsão é de que o equipamento seja entregue dentro de três meses. A unidade é do tipo II.

"Esse CISP vai fortalecer a presença policial em Rio Largo, aumentar os efetivos e as resolutividades, oferecendo mais segurança às pessoas", destacou Renan Filho.

Em quatro anos de implantação, o Governo de Alagoas já inaugurou 27 unidades do tipo I e do tipo II nas cidades de Boca da Mata, Murici, São José da Laje, São José da Tapera, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Igaci, Viçosa, São Luís do Quitunde, Junqueiro, Pão de Açúcar, São Miguel dos Milagres, Mata Grande, Batalha, Major Isidoro, Messias, Teotônio Vilela, Campo Alegre, Pilar, São Sebastião, Taquarana, Marechal Deodoro, Maribondo, Lagoa da Canoa, Coruripe e Joaquim Gomes.