Maceió

Governador defende mineração da Braskem fora da área urbana

Deborah Freire | 13/05/19 - 11h00 - Atualizado em 13/05/19 - 11h02
Reprodução / Google Street View

O governador Renan Filho declarou nesta segunda (13) que o Estado vai buscar meios para que a Braskem mantenha suas atividades em Alagoas, apesar da paralisação parcial da produção na semana passada, após conclusão do laudo sobre as causas do afundamento do Pinheiro e região. De acordo com Renan Filho, é possível a Braskem exercer a mineração, porém fora das áreas urbanizadas.

“Vou, prioritariamente, defender as vidas. Não vamos permitir que ocorra aqui o que ocorreu em Mariana, em Brumadinho. E a partir daí, criar as condições econômicas para a Braskem continuar sua exploração, desde que não seja em áreas urbanas”, declarou durante lançamento do programa Dose Certa, da Secretaria de Saúde, na sede da pasta, em Jaraguá.

O governador disse que recebeu informações técnicas de que a exploração da sal-gema é viável em áreas afastadas da zona urbana. “Fui informado previamente, essas informações são sempre muito técnicas, que há espaço para exercer mineração”, afirmou.

Ele reforçou que o Estado abrirá um diálogo com a empresa para discutir tanto a questão do afundamento do solo no Pinheiro, Mutange e Bebedouro, como para tratar da manutenção da geração de empregos.