Alagoas

Governo anuncia toque de recolher e fechamento do comércio, shoppings e praias nos finais de semana

Gilson Monteiro e Paulo Victor Malta | 16/03/21 - 17h43 - Atualizado em 17/03/21 - 13h24
Agência Alagoas

Como previsto, o governador Renan Filho (MDB) anunciou hoje mais um decreto que disciplina o distanciamento social em Alagoas. Clique aqui e confira na íntegra a publicação no Diário Oficial do Estado.

As novas medidas levam em consideração, sobretudo, os números alarmantes de óbitos e de ocupação de leitos de UTI. Segundo o último boletim da Sesau, o índice de ocupação é de 88% em todo o estado e chega a 91% na capital, Maceió.

O novo decreto coloca todo o estado na chamada Fase Vermelha de isolamento social, com toque de recolher em todos os municípios, a partir das 21 horas, e fecha comércio, shoppings e praias nos finais de semana.  As medidas passam a valer a partir da próxima sexta-feira, 19. Veja todas as medidas:

►Funcionamento do comércio

O novo decreto reduziu drasticamente o funcionamento do comércio. "Estamos desencontrando os horários de abertura e funcionamento para ajudar a reduzir o número de pessoas no transporte coletivo urbano", disse o governador. 

Veja como ficam os horários e dias de funcionamento dos estabelecimentos comerciais.

  • O Comércio em geral no Centro da capital e interior abre das  das 9h às 17h e fecha aos sábados, domingos e às segundas-feiras. 
  • Lojas de rua e galerias abrem das 10h às 18h e fecham aos sábados, domingos e segundas-feiras.
  • Shoppings centers abrem das 11h às 20h e fecham aos sábados, domingos e terças-feiras. 
  • Bares e restaurantes e afins (inclui-se ai as lanchonetes) só podem funcionar nos sistemas delivery e pegue e leve.

► Feiras-livres -  serão incluídas na lista de serviços essenciais, funcionando sob protocolo sanitário, evitando aglomerações e com espaçamento de bancas.

Praias e calçadões, lagoas e rios - Fecham nos finais de semana.  Durante a semana podem ser utilizados para atividade física individualmente ou pequenos grupos. 

Academias - permitido funcionamento, com 30% de ocupação e sob agendamento. Mas ficam proibidas para pessoas com mais de 60 anos e com qualquer comorbidade que pode ser agravada pela Covid. Todo cidadão que vai praticar atividade física em academia, mesmo com os controles estabelecidos e horário agendado, vai ter que declarar ao proprietário do estabelecimento que não tem comorbidades. 

Transporte intermunicipal - interrompido por 14 dias.

► Igrejas e templos: seguem funcionando com 30% da capacidade máxima.

Salões de beleza:  Seguem funcionando com capacidade  reduzida e sob agendamento, não haverá possibilidade de ir e aguardar em fila. Se houver fila e a fiscalização flagrar, o estabelecimento será fechado. Os donos destes estabelecimentos devem agendar os horários dos clientes. 

Escolas - reabrem como já estava previsto, com reavalização posterior.


Renan Filho: espero que o novo ministro siga a ciência e colabore com governadores

Após anunciar as medidas na coletiva à imprensa, o governador Renan Filho, comentou as expectativas com o novo ministro da Saúde, o cardiologista Marcelo Queiroga, anunciado ontem pelo presidente Jair Bolsonaro. 

"Como governador de Alagoas, espero, e espero mesmo, que o novo ministro da Saúde recém nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro siga a ciência, colabore com os estados e municípios, defina uma estratégia nacional e assuma a coordenação nacional para que o país tenha um norte a seguir e que especialmente ao meu ver neste momento, significa acelerar a vacinação da nossa gente. A forma de sair mais rápido dessa pandemia e restabelecer as atividades econômicas é vacinar as pessoas", disse o governador, destacando a busca por equilíbrio nas medidas adotadas a partir da próxima sexta-feira. 

"Quero dizer ao povo de Alagoas que vamos seguir enfrentando a pandemia como fizemos até aqui: de cabeça erguida, fazendo o que for necessário para salvar vidas e buscando o equilíbrio máximo entre as possibilidades que o estado tem de manter a sua atividade econômica diante de uma pandemia desta magnitude. Talvez a maior pandemia que o planeta já viveu, mas certamente a maior pandemia deste século. 


Confira a coletiva na íntegra: