Maceió

Governo federal publica editais de arrendamento dos portos de Maceió e outras três cidades

TNH1 com informações da Agência Brasil | 03/09/20 - 17h56 - Atualizado em 03/09/20 - 19h31
Divulgação

O governo federal deseja conceder à iniciativa privada quatro novos terminais portuários. Dois deles ficam em Aratu, na Bahia. Os outros dois ficam em Maceió (AL) e Paranaguá (PR). Os leilões estão previstos para ocorrer em 18 de dezembro, em São Paulo. Os editais para arrendamento dos portos foram publicados hoje (3).

O terminal ATU 12, em Aratu, será destinado à movimentação de graneis minerais e terá contrato de 25 anos de duração. O governo espera um investimento de R$ 244,95 milhões no ATU 12. O outro terminal da cidade baiana, o ATU 18, será dedicado ao transporte de graneis vegetais e terá contrato de 15 anos. Para esse, o governo espera investimentos de R$ 119,94 milhões.

Em Maceió, o arrendamento do terminal MAC 10 será por 25 anos, com previsão de investimento de R$ 12 milhões. O terminal será dedicado à movimentação de granel líquido, especialmente ácido sulfúrico.

No Complexo Portuário de Paranaguá, o arrendamento do terminal também será por 25 anos. O terminal se dedica à movimentação e armazenagem de carga Roll-On/Roll-Off (rampa de acesso para carga de veículos).

“Seguimos buscando trazer oportunidades de novos investimentos no setor portuário, com esses quatro novos leilões de terminais, que são uma forma de contribuir com a retomada da economia, com geração de emprego e renda”, afirmou o secretário de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni.