Maceió

Hospital da Mulher registra alta de 93% nas internações por Covid-19 em dezembro

Agência Alagoas | 06/01/21 - 08h10
Carla Cleto / Agência Alagoas

O número de internações de pacientes com Covid-19 subiu 93% no último mês de 2020 no Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira (HM), localizado no bairro Poço, em Maceió. Em novembro foram registradas 123 internações, enquanto em dezembro o quantitativo subiu para 238 pacientes admitidos na unidade hospitalar.

Segundo balanço divulgado nesta terça-feira (5) pelo Setor de Estatística do hospital, as internações registradas no último mês de 2020 superam, também, a média de hospitalizações contabilizadas em setembro (178) e outubro (155). No comparativo da última semana de novembro com a última de dezembro, a média de internações no Hospital da Mulher foi de 5.2 nos últimos dias de novembro contra 7.8 na última semana do ano.

A situação tem relação direta com os dados emitidos pelo Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), que aponta um acréscimo no número de casos confirmados de Covid-19 em Alagoas; situação que chama a atenção das autoridades de saúde pública e acende o sinal de alerta para que os alagoanos intensifiquem os cuidados e a prevenção contra o novo coronavírus.

“Com as festas de final de ano, pessoas se aglomeraram em praias e comemorações particulares, o que deve aumentar o número de infecções nos próximos dias e, posteriormente, de internações nas próximas semanas. O Hospital da Mulher está preparado para atender os pacientes acometidos pela Covid-19, reforçando seu compromisso com a qualidade e com a prestação de cuidados à saúde de maneira segura e eficaz à população alagoana”, destacou a infectologista e gerente Médica do HM, Sarah Dominique Dellabianca Araújo Holanda.

Ela ainda destaca que é necessária a adesão da população às medidas de distanciamento social, uso de máscara, higienização das mãos com água e sabão e, também, com álcool em gel a 70%. “Essa regra é básica para as pessoas que ainda não pegaram a Covid-19, como para aquelas que já se infectaram, porque a doença pode acometê-las novamente, como já ocorreu com diversas pessoas”, orientou a infectologista do Hospital da Mulher.

Ocupação de leitos – Nesta terça-feira (5), o Hospital da Mulher está com 61% da ocupação dos leitos voltados para o tratamento de pacientes com a Covid-19. Dos 119 leitos existentes na unidade hospitalar, 70 estão ocupados, conforme a Central de Regulação de Leitos da Sesau.

Dos 49 leitos de UTI Adulto, 27 estão ocupados, o que representa uma taxa de 55%. Quanto aos 10 leitos da UTI Pediátrica, três estão preenchidos, o que equivale a 30% e, com relação aos 60 leitos Clínicos, a taxa de ocupação de 67%, com 40 pacientes internados.