Polícia

Idosa é agredida pelo filho e queimada com cigarro em Mata Grande

TNH1 com Correio Notícia | 02/09/21 - 08h13 - Atualizado em 02/09/21 - 08h27
Márcio Ferreira

O homem identificado apenas como José Leandro, de 21 anos, foi preso suspeito de agredir a própria mãe e queimá-la com cigarro no Sítio Valentim, no povoado Santa Cruz do Deserto, em Mata Grande. Ele foi detido nessa quarta-feira, 1º, por agentes do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) da cidade.

Segundo a polícia, uma denúncia foi recebida pela equipe sobre uma idosa aposentada que estaria sofrendo maus-tratos cometidos pelo filho, que teria uma arma de fogo dentro de casa casa. A vítima foi localizada e estava com olho roxo, além de marcas de queimaduras provocadas por cigarro.

A idosa contou que havia sido agredida pelo filho, que estava na residência no momento da operação policial. Diante do flagrante, os policiais prenderam o suspeito e durante buscas por arma no imóvel encontraram um simulacro de arma de fogo.

O jovem foi levado para o Cisp, onde foi autuado em flagrante delito pelos crimes de maus-tratos e lesão corporal, ambos previstos na Lei Maria da Penha. Ele ficou recluso à disposição da Justiça, enquanto a vítima foi levada para o hospital da cidade.