Polícia

Idoso é preso por matar o neto após ser ameaçado em supermercado

Assessoria PC/AL | 21/01/19 - 08h36 - Atualizado em 21/01/19 - 08h46

Um idoso de 75 anos, Manoel Dias da Silva, foi preso em flagrante após matar com duas facadas o neto, Raniel Dias da Silva, de 35 anos, conhecido como “Nego Doda”, na sexta-feira (18), em Santana do Ipanema, no Sertão alagoano. O crime aconteceu em um supermercado, no centro da cidade, depois que o avô foi ameaçado pelo neto.

“Nego Doda”, que era usuário de drogas, ainda chegou a ser socorrido e levado até o Hospital Regional, mas acabou morrendo.

De acordo com informações do delegado regional de Batalha, Rômulo Monteiro, que responde interinamente pela regional de Santana, Manoel Dias era avô de Raniel, mas o havia registrado como filho.

A vítima costumava agredir o avô, que já tinha registrado as agressões por quatro vezes na delegacia local. No momento do crime, Raniel teria pedido dinheiro ao acusado e
ameaçado, de novo, agredi-lo. O idoso teria, então, esfaqueado o neto.

Manoel Dias foi preso e autuado em flagrante, estando agora à disposição da Justiça.