Futebol Nacional

Jogadores de time da Série B ajudam na construção da casa de massagista

Futebol Interior | 27/10/20 - 11h19 - Atualizado em 27/10/20 - 11h25
Reprodução

A segunda-feira foi de folga para o Sampaio Corrêa, mas alguns jogadores abdicaram do dia livre por uma causa nobre. O volante Ferreira e o atacante Jackson se sensibilizaram com o massagista Haroldo, que está trabalhando na construção da sua casa, e foram até o local ajudar na obra.

MÃO NA MASSA

Com conhecimento de causa, já que, há três anos, trabalhava como pedreiro, antes de conseguir uma oportunidade no futebol, Jackson colocou a mão na massa, relembrando os velhos tempos. Ferreira foi seu valioso assistente, demonstrando que a união do grupo vai além das quatro linhas.

“É um momento único de ajudar o Haroldo, assim como qualquer outra pessoa. E o melhor de tudo foi ver a felicidade no rosto dele, e isso aí não tem preço”, declarou o atacante Jackson.

Ferreira também comentou sobre a ação que exerceu ao lado do campanheiro: “Sensação única de ajudar o Haroldo, nessa iniciativa do Jackson. É muito gratificante poder fazer o bem, não só porque foi com ele, mas com qualquer pessoas que necessite. Foi muito bom ver o sorriso no rosto dele, que é um cara que batalha com a gente no dia a dia e luta para construir a sua casa”, ressaltou.

NÃO É SÓ FUTEBOL

Só lembrando que a inciativa não surgiu apenas ontem. Jogadores como Paulo Sérgio, Roney, Luís Gustavo e o próprio Jackson já tinham começado os trabalhos para ajudar na construção na casa do massagista, demonstrando que não é só futebol. O comprometimento do grupo vai além das quatro linhas, fortalecendo o sentimento de amizade e união.