Polícia

Jovem executado a tiros no José Tenório tinha antecedentes criminais, diz polícia

João Victor Souza com TV Pajuçara | 12/08/21 - 07h00 - Atualizado em 12/08/21 - 07h28

A morte do jovem Ruan Caíque da Silva Oliveira, de 28 anos, no Conjunto José Tenório, em Serraria, segue sendo investigada pela Polícia Civil de Alagoas e a principal linha de investigação aponta para execução do rapaz. Ele foi baleado oito vezes por dois homens quando havia saído de casa para jogar o lixo na tarde da última terça-feira, 10.

O delegado Fábio Costa, coordenador da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou, em entrevista à TV Pajuçara, que a vítima tinha antecedentes criminais que podem ter relação com o homicídio. Ruan Caíque também era usuário de drogas e há suspeita de que ele também traficava entorpecentes.

"Estamos colhendo elementos probatórios, ouvindo pessoas, vizinhos e familiares, para que possamos esclarecer o crime contra o Ruan Caíque. O que se sabe é que ele morava com a esposa e a filha, possuía dois mandados de prisão em aberto e era de Pernambuco. Ele teria praticado homicídios no estado e morava em Alagoas há aproximadamente um ano. Provavelmente estava aqui foragido".

O delegado afirmou que ainda não tem conhecimento se o assassinato foi motivado por um dos crimes cometidos no estado vizinho ou se Ruan Caíque foi morto por estar envolvido com a criminalidade em Alagoas.

"De fato, se caracteriza uma execução. Os autores vinheram dispostos a matá-lo. Quando ele saiu para deixar o lixo, eles estacionaram o carro lá na frente e já chegaram efetuando disparos nas costas da vítima. Os dois homens estavam armados".

Fábio Costa destacou que os policiais civis colheram novas imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximos ao local do crime para verificar se os autores já vigiavam a vítima nos dias que antecederam a execução.

"Estamos analisando a movimentação e as características dos suspeitos. Não podemos antecipar muita coisa para não atrapalhar as investigações. Nossa equipe colheu imagens de outros estabelecimentos da região para saber qual a rotina da vítima, saber se pessoas já circulavam pela localidade com a intenção de matá-la, e ontem que teria surgido a oportunidade para os algozes, tudo isso está sendo investigado".

Quem tiver informações sobre a identificação ou paradeiro dos suspeitos pode entrar em contato com o Disque Denúncia, de número 181. O anonimato está garantido na ligação telefônica.

"Acho que a informação mais importante que pode ser passada para nós no momento é acerca do carro utilizado, um Fox prata com placa de padrão Mercosul. Quem tiver informações sobre esse veículo pode entrar em contato conosco".

A Polícia Civil tem o prazo de 30 dias para concluir o inquérito.

Câmera registra momento do crime

Um vídeo obtido com exclusividade pela TV Pajuçara mostra o exato momento em que um jovem é morto a tiros, na porta de casa, no Conjunto José Tenório, bairro da Serraria, em Maceió. Atingida por diversos tiros, a vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito, no início da tarde desta terça-feira (10), na calçada do prédio onde morava.

No vídeo, é possível observar os dois atiradores descerem de um veículo Fox de cor prata e placa não informada. Um deles se aproxima da vítima assim que esta desce do prédio para jogar o lixo na lixeira do prédio, quando é surpreendida por um dos atiradores.

A vítima ainda tenta escapar do criminoso, mas tomba na calçada após ser atingida. Instantes depois, o segundo atirador se aproxima e efetua mais disparos, com a vítima já deitada ao chão. Logo em seguida, ambos deixam o local do crime, tomando destino ignorado.