Polícia

Jovem que foi torturada teria se recusado a usar drogas, diz polícia

Redação TNH1 com TV Pajuçara | 12/07/19 - 13h40 - Atualizado em 12/07/19 - 13h47
Mailson Franklin/TV Pajuçara

A mulher violentada por três pessoas em uma residência no Francês, em Marechal Deodoro, teria sido torturada por se recusar a usar drogas. A informação foi repassada à reportagem da TV Pajuçara pelo delegado Leonam Pinheiro, responsável pelo caso, no início da tarde desta sexta-feira (12).

De acordo com o repórter Mailson Franklin, que esteve na casa onde ocorreu a agressão, Cleidiane teve os cabelos cortados, sofreu chutes e socos, além de ter uma faca apontada para o pescoço durante uma hora. Após torturá-la, o trio roubou os pertences da vítima e a expulsou da casa.

As imagens divulgadas no programa Fique Alerta, da TV Pajuçara, mostram que a residência fica em um local de difícil acesso, com uma área de mata ao redor, e pouca iluminação. O imóvel pertence a Pâmela Cecília da Silva Carvalho, uma das agressoras da mulher, e estava com a porta fechada e com roupas estendidas no varal no momento em que a equipe fez a reportagem.

A suspeita e mais dois homens, Mateus Vítor Alves dos Santos e Eduardo Gomes da Silva, convidaram Cleidiane para uma festa onde estavam consumindo drogas, como maconha e Diazepan. O delegado afirmou que após a recusa da jovem, os três resolveram agredí-la.

Os suspeitos foram autuados e presos na delegacia de Marechal Deodoro, à disposição da Justiça.