Polícia

Laudo do IML aponta que menina assassinada pela mãe morreu por espancamento

Redação TNH1 | 26/01/21 - 11h57 - Atualizado em 26/01/21 - 12h23
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A menina Brenda Carollyne Pereira da Silva, de apenas 5 anos, foi morta por espancamento, segundo informou o laudo do Instituto Médico Legal (IML), divulgado na manhã desta terça-feira (26).

Assassinada  pela própria mãe, a menina teve olhos e a língua arrancados com uma tesoura. A barbárie foi registrada no Povoado São Cristóvão, localizado na Zona Rural do município de Maravilha, no Sertão de Alagoas, na noite do domingo (24).

Foto: Reprodução / Rede Social 

Segundo relatos iniciais da polícia, a mãe da menina, identificada como Josimare Gomes da Silva, de 30 anos, teria transtornos mentais. O Ministério Público do Estado (MPE), no entanto, solicitou que a mulher seja submetida a exames para avaliar a sanidade mental.

No domingo, o avô da menina teria acionado a polícia após a mãe se trancar no banheiro com a própria filha. Quando os militares chegaram na residência, encontraram o corpo da menina, com os órgãos próximo ao corpo, e Josimare transtornada.

O delegado Carlos Reis, informou ontem (25) que a mãe da criança estava rezando quando os policiais chegaram ao local do crime.

O crime será investigado pela Delegacia Distrital da cidade de Maravilha. O TNH1 tentou contato com o delegado Diego Nunes, mas as ligações não foram atendidas.