Interior

Mãe suspeita de permitir abuso sexual contra a filha diz que menor foi ao motel para comer pizza

Eberth Lins com BR-104 | 04/08/21 - 09h34 - Atualizado em 04/08/21 - 10h01
Após denúncia do Conselho Tutelar, mãe nega ter permitido que homem levasse a menor para motel em troca de dinheiro e doações | Foto: Reprodução / BR-104

"Conversei com ela bastante.. Ela fala que foram né? Que foram para lá [no motel] e tal, só foi para comer um pizza".  A fala é da mãe da menina de 12 anos que está sendo investigada por supostamente permitir que um homem se relacionasse sexualmente com a filha em troca de dinheiro e doações. O caso foi registrado em União dos Palmares, cidade localizada na Zona da Mata alagoana, e foi revelado pelo Conselho Tutelar do município.

Ao contrário do que diz o Conselho Tutelar, a mulher, que não teve a identidade revelada por questões de segurança, contou em entrevista ao site BR-104 que não conhece bem o suposto abusador e que jamais venderia a filha. "Conheço de vista, mas ter proximidade com ele, contato, nunca tive", disse a mãe, negando ter recebido algo para permitir que a menor se relacionasse com o homem. "Jamais vou vender minha filha, isso é boato, é conversa", afirmou. A mãe da menina conta ainda ter deixado a filha aos cuidados de uma família conhecida e que está inocente na história. "O caso aconteceu foi para lá, até porque eu não sabia. Se soubesse não deixaria minha filha lá", alega.

A mãe da menina disse ainda ter conversado com o suposto abusador, que teria negado a prática de relações sexuais com a menor. "O rapaz que está envolvido chegou até aqui, disse que não aconteceu nada disso, que não mexeu com a as meninas". Sobre a ida da criança ao motel, a mãe da menina minimizou: "esse aí é que foi o erro".

Assista à entrevista ao site BR-104:

Ao TNH1, o delegado responsável pelas investigações, Edberg Oliveira, informou que o o suposto abusador será ouvido às 10 horas desta quarta-feira (04) e confirmou que o homem tem relacionamento com a irmã de uma das vítimas, uma menor de 17 anos que está gravida. 

Relembre o caso

Nessa segunda-feira, dia 02, o Conselho Tutelar de União dos Palmares recebeu a denúncia de que uma criança de 11 anos e duas adolescentes, sendo uma de 12 e outra de 14 anos, foram vítimas de abusos sexuais no município.  De acordo com informações passadas ao TNH1, os crimes aconteciam dentro de um motel e o suposto abusador das menores pagava uma quantia em dinheiro para as vítimas.