Alagoas

Mais banhistas são atacados por piranhas no Rio São Francisco, em Pão de Açúcar

Esta é segunda vez que ataques de piranhas a banhistas são registrados em Pão de Açúcar neste mês

Redação TNH1 | 27/09/21 - 11h58 - Atualizado em 27/09/21 - 12h20
No último dia 12, seis banhistas também foram atacados por piranhas em Pão de Açúcar | Foto: Arquivo / Cortesia Bombeiros

O trecho do Rio São Francisco em Pão de Açúcar, no Sertão alagoano, voltou a registrar ataques de piranhas a banhistas. Desta vez, três pessoas, dois homens e uma mulher, foram atacados enquanto se banhavam, nesse domingo (26). Um dos homens foi ferido pelo peixe no pé esquerdo. O local de ferimento nos outros dois casos não foi divulgado pelos Bombeiros. De acordo com o Corpo de Bombeiros (CB), as vítimas receberam atendimento de primeiros socorros no local e foram orientadas a procurar uma unidade de saúde.

No último dia 12, seis banhistas, incluindo uma criança, foram atacados por piranhas também em Pão de Açúcar. Nesse caso, eles haviam colocado a mesa na água e foram feridos nos pés pelas pirambebas. Um trecho na cidade muito frequentado por residentes e turistas já chegou a ter o banho de rio proibido por mais de dois meses, após uma série de ataques.

As piranhas são peixes carnívoros de água doce, que embora temidos por conta da violência dos ataques, também são tidos como iguaria em algumas regiões do país. Os ataques, na maioria dos casos, são motivados pela presença de sangue e alimentos nas águas. Cuidados como não jogar comida e não colocar mesas na água, segundo especialistas, são fundamentais para afastar esses peixes carnívoros.