Polícia

Mais de 15 suspeitos de tráfico de drogas são presos em operação no interior de AL e PE

Redação TNH1 com Ascom SSP | 10/03/20 - 06h40 - Atualizado em 10/03/20 - 08h08
Os presos estão sendo encaminhados para a delegacia de Palmeira dos Índios | Ascom PC-AL

A polícia prendeu 17 pessoas envolvidas com crimes de tráfico de drogas e roubo no interior de Alagoas e Pernambuco. A operação denominada "Rota 115" teve início na madrugada desta terça-feira, 10 e foi finalizada por volta das 8h.

Segundo informações da assessoria da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL), a 17ª Vara Criminal da Capital expediu 34 mandados, sendo 17 de prisão e 17 de busca e apreensão, que foram cumpridos nas cidades de Palmeira dos Índios e Arapiraca, no Agreste alagoano, e de Bom Conselho, no interior de Pernambuco.

O delegado Gustavo Henrique, da Divisão Especial de Investigação e Captura (Deic), esteve à frente da operação, que contou com o delegado Mário Jorge, diretor da Gerência de Polícia Judiciária 2 (GPJ-2) e o coronel Do Valle, comandante do Policiamento do Interior (CPI). Gustavo Henrique revelou que 15 suspeitos foram capturados em Palmeira dos Índios, município onde a organização criminosa atuava.

A "Rota 115" é fruto de um trabalho investigativo, que durou cerca de quatro meses, entre a SSP, Delegacia de Narcóticos e o 10° Batalhão da Policia Militar.

De acordo com as investigações, a organização recebia drogas de fornecedores do município de Arapiraca, que transportavam os entorpecentes até Palmeira dos Índios pela rodovia AL-115, daí o nome da operação.

Participaram do cumprimentos dos mandados a Secretaria da Segurança Pública, Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Batalhão de Trânsito (BPTran), o Comando de Policiamento do Interior (CPI), 3° e 10° Batalhão, Grupamento Aéreo, DEIC, GPJ2, além de equipes do Tigre, Asfixia e da Delegacia de Narcóticos.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, para os devidos procedimentos, que estão sendo lavrados pelo delegado Gustavo Henrique. Posteriormente, os presos serão encaminhados ao Presídio do Agreste, em Craíbas. 

A população pode contribuir com o trabalho da Segurança Pública repassando informações sobre organizações criminosas por meio do Disque Denuncia - 181. A ligação é gratuita e o sigilo garantido.