Maceió

Manifestantes saem em passeata pelas ruas de Maceió

João Victor Souza e Carolina Neris* | 14/06/19 - 16h11 - Atualizado em 14/06/19 - 17h20
Deborah Freire/TNH1

Faixas, bandeiras, cartazes e palavras de ordem… Toda as "ferramentas" usadas com o objetivo de protestar e demonstrar a insatisfação com a proposta de Reforma da Previdência apresentada pelo governo federal. Maceioenses foram às ruas na tarde desta sexta-feira (14) e se concentraram na Praça do Centenário, no bairro Farol, para o ato da greve geral que acontece em todo o país.

O grupo saiu em passeata pela Avenida Moreira e Silva, sentido Centro de Maceió, por volta das 16h, e deve terminar o protesto na Praça Deodoro, onde acontece um evento gratuito com apresentações  culturais para a população.

Ainda na concentração, a professora Josefa da Conceição contou à reportagem que a greve foi convocada também para que a sociedade tenha mais esclarecimentos sobre a reforma. "Para a gente é a proposta da morte, porque traz retrocessos e cortes de direitos. Lutamos pela aposentadoria especial dos professores. É inviável. Além do corte de verbas", reclamou.  

Em meio ao protesto contra as alterações propostas na Previdência, o grupo também protestou contra os cortes no setor da educação. "Nós queremos apoio aos estudantes e à pesquisa no país. São 44 unidades da Embrapa, mas em Alagoas só há uma unidade de execução. Apenas 13 pesquisadores, seis analistas e quatro técnicos agrícolas com três assistentes. Está sucateada, sem dinheiro pra pesquisa, manutenção, viagem, também estamos sem transporte", lamentou o sindicalista Luís Tenório dos Santos. 

(Crédito: Carolina Neris*/TNH1)

Durante o ato, uma mulher foi atropelada por uma moto, mas passa bem. O motociclista teria tentado furar o bloqueio e atingido a vítima no pé. Um manifestante chegou a chutar o veículo para impedir a passagem do condutor. Além do acidente, outros dois motociclistas tentaram passar no meio do protesto. 

O trânsito ficou congestionado na Avenida Fernandes Lima no momento da manifestação.

Protestos pela manhã

A manhã de hoje foi marcada por protestos que resultaram em bloqueio de vias na capital e no interior. Os manifestantes impediram a circulação de veículos em rodovias do Estado, como nas cidades de Arapiraca, Junqueiro, Satuba, Pilar e União dos Palmares.

Em Maceió, os grevistas fecharam a Avenida Durval de Góes Monteiro, no Tabuleiro do Martins, e a Avenida Cachoeira do Meirim, no Benedito Bentes, liberadas horas depois. Além das vias, houve registro de bloqueio em ruas de bairros como Bebedouro, Jaraguá, Jacarecica e Cidade Universitária, este último em frente à UFAL.