Brasil

Marido de deputada que votou contra corrupção é preso pela PF; veja discurso dela

18/04/16 - 10h37 - Atualizado em 18/04/16 - 11h57
Arquivo / Agência Estado

Atualizada às 11h11

O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, e a secretária de saúde da cidade, Ana Paula de Oliveira Nascimento, foram presos na manhã desta segunda-feira (18).

Ruy é marido da deputada Raquel Muniz (PSD), que votou neste domingo (17) a favor do impeachment de Dilma Rousseff. Em seu discurso, dentro dos dez segundos cedidos a cada deputado, ela disse: "Meu voto é pra dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso com sua gestão".

Assista:

De acordo com a Polícia Federal (PF), as prisões aconteceram durante a operação “Máscara da Sanidade II - Sabotadores da Saúde”. As investigações apontaram que, direta e indiretamente, o político e a secretária procuraram inviabilizar a existência e o funcionamento do Hospital Universitário Clemente Faria, Santa Casa de Misericórdia, Fundação Aroldo Tourinho e Fundação Dilson Godinho.

A intenção dos suspeitos seria beneficiar o  Hospital das Clínicas Mario Ribeiro da Silveira, uma instituição particular comandada pelo prefeito e seus familiares.

Ao todo, a operação cumpriu simultaneamente oito mandados judiciais, sendo quatro de busca e apreensão, nas residências dos suspeitos, dois de busca pessoal, para apreensão de celulares e smartphones dos dois, além dos mandados de prisão preventiva.