Polícia

Militar da Polícia Ambiental morre após sofrer mal súbito na unidade, em Maceió

Sargento da Polícia Militar estava há 28 anos na Corporação

Redação TNH1 | 19/04/21 - 17h43 - Atualizado em 19/04/21 - 19h20
Divulgação / PM

A Polícia Militar de Alagoas lamentou a morte do 3º sargento Cícero Nunes Costa, de 55 anos, que teve um mal súbito nesta segunda-feira, 19, na unidade do Batalhão de Polícia Ambiental, em Maceió. 

Em nota de pesar, a PM informou que o sargento estava no serviço administrativo e passou mal antes de começar o expediente. Leia a nota na íntegra no fim da matéria

"O militar, lotado no Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), encontrava-se de serviço administrativo na unidade e, enquanto estava no alojamento, antes do início do expediente, teve um mal súbito, vindo a óbito. Desde o início da constatação do fato, o Comando do Batalhão tomou todas as providências necessárias que o caso requer, e informou à família do militar, prestando o apoio necessário", diz trecho da nota.

O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas constataram parada cardiorrespiratória e o óbito em seguida. 

Nota de pesar da PM

"A Polícia Militar do Estado de Alagoas informa com profundo pesar o falecimento do 3º sargento Cícero Nunes Costa, de 55 anos de idade, ocorrido nesta segunda-feira (19), em Maceió.

O militar, lotado no Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), encontrava-se de serviço administrativo na unidade e, enquanto estava no alojamento, antes do início do expediente, teve um mal súbito, vindo a óbito.  

Desde o início da constatação do fato, o Comando do Batalhão tomou todas as providências necessárias que o caso requer, e informou à família do militar, prestando o apoio necessário.    

Por meio de seu comandante-geral, coronel Wellington Bittencourt, o Comando da Corporação se solidariza com a dor dos familiares e amigos, ao tempo em que coloca o aparato da Instituição à disposição".