Política

Miro Teixeira defende debate com a sociedade civil e combate à corrupção

13/07/16 - 19h32 - Atualizado em 13/07/16 - 19h36
Agência Câmara

O deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) reconheceu, há pouco, que não deverá ganhar a eleição para a presidência. "Me inscrevi na disputa como o maratonista que deseja correr, mas sabe que pode chegar em último e penúltimo, mas é incompreensível não participar.”

Teixeira trouxe a fala de 52 entidades da sociedade civil, como a Transparência Internacional, em defesa do Legislativo. Ele ressaltou que, caso a Câmara consiga compreender a sociedade, poderá reverter “a curva de abatimento” dos acontecimentos dos últimos anos. “Acho fundamental que a Presidência da Câmara passe por um debate pelos candidatos como propõem as entidades. Que os candidatos tenham as suas propostas e programas divulgados”, afirmou.

O deputado defendeu pauta própria para o Legislativo que garanta o combate à corrupção e a organização de órgãos como a Polícia Federal, o Ministério Público e a magistratura. “Qual a obra colegiada que temos em defesa do povo, da saúde, da educação, qual a obra colegiada dos espoliados pelos planos de saúde? Senhor presidente futuro, escute essas palavras. Delas sou apenas portador”, discursou.

Perfil 
Miro Teixeira, jornalista e advogado, é o Decano da Câmara dos Deputados e cumpre o 11º mandato como deputado federal. Foi parlamentar Constituinte e ministro das Comunicações no primeiro ano do primeiro governo do presidente Lula.

Atualmente integra a Comissão de Finanças da Câmara dos Deputados e a Comissão Mista de Regulamentação da Constituição e Consolidação das Leis.