Maceió

Moradores do Eustáquio Gomes bloqueiam BR-104 em protesto contra falta d'água

Redação TNH1 | 16/06/21 - 13h11 - Atualizado em 16/06/21 - 16h17
Reprodução / Redes Sociais

Os dois sentidos da BR-104 chegaram a ser bloqueados no final da manhã desta quarta-feira, 16, por moradores do Eustáquio Gomes, na parte alta de Maceió. Eles alegam que a região sofre com o desabastecimento de água desde a semana passada. 

Em nota enviada por volta das 16h, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) informou que a via já foi liberada e que agentes estiveram no local para orientar os condutores que trafegam pela região e garantir a segurança viária.

Mais cedo, o Gerenciamento de Crises da Polícia Militar também esteve no local e conseguiu negociar a liberação parcial dos sentidos da pista. 

"[O protesto começou] por volta de 11h da manhã, a principal reivindicação desses moradores é do abastecimento de água da região. Em que pese ter sido amplamente divulgado pela imprensa no dia de ontem os problemas decorrentes das fortes chuvas, que geraram qualidade questionável da água e que essa água precisaria de um tratamento, mas eles alegam que já tem alguns dias que estão sem abastecimento de água. Foi o motivo, o estopim para que eles interditassem a rodovia nos dois sentidos, na saída do Conjunto Eustáquio Gomes", explicou o major Sandro. 

"A rodovia, neste momento, com a negociação que fizemos, foi liberada parcialmente e o trânsito está começando a fluir. E em contrapartida, acionamos a Casal, que está mandando um representante para informar aos moradores quais encaminhamentos eles irão tomar perante essa questão do reabastecimento. A gente espera que, após isso seja efetivado o desbloqueio total da rodovia", finalizou. 

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) informou que segue valendo o comunicado emitido ontem sobre a paralisação do Sistema Aviação e acrescentou que está fornecendo carro-pipa para a comunidade desde o início da semana. "A situação atual depende das condições ambientais para se regularizar. A Casal não pode fornecer água fora do padrão. E as condições da natureza impedem que a água bruta seja tratada devido ao alto nível de turbidez".