Maceió

Moradores protestam por falta d’água após corte de fornecimento clandestino

Redação TNH1 | 05/02/20 - 12h05 - Atualizado em 05/02/20 - 12h26
Cortesia ao TNH1

Moradores do bairro Riacho Doce, em Maceió, bloquearam os dois sentidos da AL-101 Norte na manhã desta quarta-feira (5), em protesto pela falta de água. Com o bloqueio, o tráfego de veículos foi intenso na região, que liga a capital ao Litoral Norte do Estado.

A diferença no protesto é que os moradores ficaram sem água porque a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) cortou o fornecimento por conta de ligações clandestinas.  Em sua defesa, moradores informaram à reportagem da TV Pajuçara que estariam es estão cientes das ligações irregulares, mas mostraram documentos datados de 2018 solicitando o abastecimento de forma legalizado na região.

Os moradores exigiram a presença de um representante da Casal e equipes da imprensa para negociar o desbloqueio. Pedaços de madeira foram queimados na rodovia, para parar o trânsito de veículos.

Veja vídeo:

A assessoria da Casal informou que uma operação de combate a consumo de água clandestina foi realizada no bairro no início da semana e todas as ligações irregulares foram cortadas. Ainda de acordo com a Casal, o fornecimento de água está ocorrendo normalmente.