Maceió

Moradores temem comprometimento de prédio após sucateamento da cobertura; veja vídeo  

TNH1 com TV Pajuçara | 05/05/21 - 11h49 - Atualizado em 05/05/21 - 12h22
Foto: Reprodução / TV Pajuçara

Moradores de um prédio de classe média, localizado no bairro do Farol, em Maceió, estão preocupados com o sucateamento de um dos apartamentos, supostamente feito pela proprietária.

O prédio está inserido na área monitorada pela Defesa Civil Municipal devido à proximidade com o bairro do Pinheiro, um dos quatro bairros que sofrem com instabilidade de solo (Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto), causado pela extração de sal-gema, atividade realizada até então pela empresa Braskem.

Quem ficou no prédio teme que o sucateamento da cobertura comprometa a estrutura do edifício. O residencial ainda conta com cerca de 30 famílias e há relatos de infiltrações recentes causadas pela retirada de janelas, esquadrias e até do piso.

Segundo informações, a proprietária da cobertura teria negociado, isoladamente, a evacuação do imóvel com a Braskem. Procurada, a Braskem informou que vai enviar uma equipe ao local.

"Cumprindo o compromisso com a segurança dos moradores da área de desocupação, a Braskem esclarece que, após ser informada sobre o ocorrido, enviou uma equipe técnica ao local para análise e irá apoiar nas ações necessárias para a recomposição das estruturas removidas do imóvel pelo proprietário", disse a nota.

Veja a reportagem exibida no Balanço Geral Alagoas, da TV Pajuçara: