Polícia

Motorista de aplicativo é preso suspeito de roubo em Maceió

Redação TNH1 | 19/07/19 - 13h56 - Atualizado em 19/07/19 - 14h01
Divulgação

Um motorista de aplicativo foi preso suspeito de envolvimento em um roubo ocorrido em março deste ano, em Maceió. Edson Lourenço Ribeiro Filho, de 36 anos, foi encontrado em casa, na Travessa Bom Retiro, no bairro Vergel do Lago, na manhã desta sexta-feira (19), em uma ação policial que cumpriu um mandado de prisão contra ele.

O delegado José Carlos dos Santos, da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos de Maceió, informou à reportagem que Edson alugou um veículo para trabalhar como motorista de aplicativo e participar de assaltos. Ele teria contado com a ajuda de um comparsa, conhecido no Vergel como “Mano Veio”, que ainda está foragido.

“O Edson atuava ao lado de um comparsa, eles localizavam as vítimas, o comparsa fazia o roubo e entrava no carro que o Edson conduzia para fugir. Era estratégico”, disse.

Ainda segundo ele, Edson chegou a ser detido no dia 20 de março deste ano, dois dias após o crime, porém foi liberado por falta de provas que ele teria envolvimento. Um aparelho celular que estava com ele foi apreendido na ocasião, e após buscas no sistema, a polícia descobriu que o telefone pertencia a uma vítima.

“No celular também identificamos conversas do Edson com o comparsa. Eles marcavam os roubos”, confirmou o delegado, que também explicou que o carro usado no crime era um Corsa Classic e foi apreendido, porém devolvido ao proprietário.

“Nós acreditamos que o Edson e o comparsa continuaram praticando os mesmos delitos depois disso. Agora com outro veículo alugado. Não sabemos se ele também assaltava passageiros durante a corrida, isso não posso afirmar”, acrescentou José Carlos.

A polícia destacou que o motorista de aplicativo tem uma passagem por tráfico de drogas e deve prestar depoimento na tarde de hoje. Neste sábado, Edson, que teve prisão preventiva decretada pela Justiça, será encaminhado ao Sistema Prisional de Alagoas.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de "Mano Veio" pode entrar em contato com o Disque Denúncia 181.