Polícia

Mulher é resgatada após ser sequestrada, dopada e estuprada pelo ex-marido em Maceió

Eberth Lins com TV Pajuçara | 22/10/21 - 12h47 - Atualizado em 22/10/21 - 12h53
A vítima foi levada para o Hospital da Mulher, no bairro Poço, onde recebe atendimento médico especializado | Foto: Carla Cleto / Agência Alagoas

Nesta sexta-feira (22), uma mulher foi encontrada sedada em um motel de Maceió após ser sequestrada, estuprada, agredida fisicamente e mantida em cárcere privado. O suspeito pelos crimes é o ex-marido da vítima, que não aceitava o fim do relacionamento. Segundo informações da polícia, o sequestrador surpreendeu a mulher enquanto ela deixava o trabalho, nessa quinta-feira (21). Ele ameaçou a ex-esposa com uma faca exigindo que ela entrasse no carro e, em seguida, a vítima foi levada para um motel, onde foi dopada, estuprada e agredida.

O homem chegou a fazer contato com a família da vítima dizendo que entregaria a mulher, mas não cumpriu a promessa. "Não vou fazer nada com ela não, agora esteja sozinha lá, tá certo? Acalme sua mãe e diga que não aconteceu nada com a neta, ela está aqui chorando porque ouviu o áudio da M.... Tá tudo bem, vou levar ela, entregar ela e vou embora. Oito horas em ponto, nem a mais, nem a menos", diz o sequestrador em um áudio enviado à mãe da vítima numa suposta negociação.

A mulher já tinha registrado um Boletim de Ocorrência contra o ex-marido na última quarta-feira (20), um dia antes do sequestro. "Quando a encontramos ela estava sedada e muito abalada. A partir de agora a patrulha fará visitas frequentes na residência dessa mulher, que graças à denúncia e ao trabalho integrado da polícia e Ministério Público, conseguimos resgatar com vida. Precisamos enfatizar sempre a necessidade dessas denúncias", disse a major Danielle, comandante da Patrulha Maria da Penha, que encabeçou a operação para o resgate.

A vítima foi levada para o Hospital da Mulher, no bairro Poço, onde recebe atendimento médico especializado. Já o ex-marido foi preso e levado à Central de Flagrantes, no bairro Pinheiro, para os procedimentos cabíveis. Eles foram casados por oito anos e estavam separados há uma semana.