Maceió

Natal dos Folguedos: feiras na Multieventos geraram R$ 377,4 mil

Secom Maceió | 14/01/20 - 15h21 - Atualizado em 14/01/20 - 15h39
Secom Maceió

A 3ª edição do Natal dos Folguedos, realizada entre os dias 24 de novembro a 22 de dezembro de 2019 pela Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), rendeu resultados positivos para a capital alagoana. A Feira Gastronômica da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Alagoas (Abrasel-AL), a Feira de Artesanato do Sebrae Alagoas e da  Federação do Trabalhador Artesão de Alagoas, geraram, juntas, um impacto econômico de cerca de R$ 377,4 mil na economia municipal durante a programação do evento.

A Feira Gastronômica obteve uma  movimentação de R$ 328,1 mil durante os dezessete dias de programação. O número é referente à arrecadação financeira dos 25 restaurantes participantes, que ofereceram pratos no valor único de R$ 15. Além do impacto econômico, a feira também gerou cerca de 40 empregos diretos e indiretos.

Na Feira de Artesanato do Sebrae foram vendidos cerca de R$ 25 mil em peças artesanais e contou com a participação de mestres alagoanos, a exemplo de Arlindo Monteiro, famoso pelas esculturas em miniaturas feitas com palitos de fósforo. Já no estande da Federação do Trabalhador Artesão de Alagoas, foram vendidos R$ 24,3 mil em produtos feitos à mão, comercializados por nove grupos de artesãos locais.

De acordo com o gestor da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer de Maceió (Semtel), Jair Galvão, a gastronomia e o artesanato estão entre os principais atrativos do destino e têm papel fundamental para a consolidação do evento como um novo produto indutor de fluxo turístico.

“Os números são expressivos, já que consideram apenas as arenas da Praça Multieventos e nos oferecem uma ideia do impacto econômico gerado pelo evento em bares e restaurantes por toda a orla, na Feirinha da Pajuçara, com ambulantes, táxi e outros prestadores de serviços. O resultado positivo da terceira edição do Natal dos Folguedos é fruto de um amplo trabalho comercial realizado pela Prefeitura de Maceió com operadoras e agências durante o ano todo, que já começaram a vender o evento em pacotes turísticos. Neste ano, a expectativa é que o evento cresça ainda mais, com uma programação diversificada que reúna o melhor dos atrativos locais”, avaliou.

Segundo o presidente da Abrasel-AL, Thiago Falcão, o Natal dos Folguedos reúne os principais atrativos do destino e promove uma espécie de degustação de experiências que o turista pode encontrar na capital alagoana. 

“O Natal dos Folguedos tem uma importância enorme para o turismo de Maceió, pois traz vários elementos da nossa cultura em um período que a cidade recebe muitos turistas. Trazer essa experiência gastronômica com pratos exclusivos criados especialmente para o evento, em um espaço confortável e bem decorado, com música e cultura da terra, é uma forma de demonstrar o protagonismo dos nossos sabores entre os atrativos do destino. Além disso, o evento movimenta toda uma cadeia produtiva, gerando emprego e renda para a população local”, comemorou o empresário.

O Natal dos Folguedos contou com uma extensa programação cultural, reunindo, além da gastronomia e o artesanato, apresentações de folguedos, cortejo cultural na orla, shows de artistas da terra, projeções mapeadas, Casa do Papai Noel de férias e um espaço reservado para crianças. O evento foi concentrado na Praça Multieventos, local onde foram comercializados os produtos das feiras gastronômica e de artesanato, e reuniu milhares de turistas e maceioenses. 

Além de antecipar a alta temporada, o Natal dos Folguedos também tem consolidado Maceió como um dos destinos natalinos mais bonitos do Brasil, ganhando destaque na mídia nacional e internacional pela valorização da cultura local e extensa iluminação temática. 

Realizado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac) e Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), o evento contou ainda com o apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Alagoas (Abrasel-AL), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Alagoas (ABIH-AL), Maceió Convention & Visitors Bureau (MC&VB), Sebrae/AL e Coca Cola.