Polícia

Operação desarticula organização criminosa que trafica drogas no Feitosa e Jacintinho

Ascom SSP | 06/10/20 - 09h28 - Atualizado em 06/10/20 - 09h41
Foto: Cortesia / SSP

A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP) e as Polícias Civil e Militar, deflagraram nesta terça-feira (06), a operação Lacus, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa, vinculada a uma facção criminosa com atuação nacional, que vinha atuando na prática de tráfico de drogas nos bairros do Jacintinho e Feitosa em Maceió.

As investigações  tiveram início em fevereiro deste ano e são fruto de um trabalho integrado entre a Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), coordenada pelo delegado Gustavo Henrique,  e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE).

Durante os trabalhos investigativos, ficou constatada a existência de uma organização criminosa que praticava suas ações delituosas na cidade de Maceió, atuando nos bairros do  Jacintinho e Feitosa.

Com base nas provas técnicas resultantes da investigação, a DEIC representou e a 17ª Vara Criminal da Capital expediu 12 mandados de prisão e 7 de busca e apreensão.

Cinco homens e uma mulher foram presos durante o cumprimento dos mandados. Com eles, os policiais apreenderam um revólver, uma quantidade em dinheiro e uma grande quantidade de aparelhos celulares. A investigação não descarta a possibilidade de a organização criminosa pretender entrar com estes celulares no sistema prisional.

Coordenada pelo Diretor da DEIC e pelo comandante do BOPE, a operação para cumprimento dos mandados contou com a participação participaram de equipes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar, além do Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (TIGRE) e da Seção de Capturas da DEIC e ainda da Asfixia, da Polícia Civil.

Todos os presos foram levados para a sede da Deic, no bairro da Santa Amélia, para a realização dos procedimentos legais cabíveis. 

A população pode contribuir com o trabalho da Segurança Pública, repassando informações sobre esta e outras organizações criminosas utilizando o Disque–Denúncia. As denúncias podem ser enviadas por meio do aplicativo para smartphone ou podem ser feitas por meio do número 181. A ligação é gratuita e o sigilo garantido.