Maceió

Órgãos federais debatem ações integradas para os bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro, em Maceió

Ascom Ministério do Desenvolvimento Regional | 22/05/19 - 23h10 - Atualizado em 22/05/19 - 23h19
Ascom MDR

Brasília-DF, 22/5/2019 - Os órgãos do Sistema Federal de Defesa Civil que atuam nos bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro, em Maceió (AL), reuniram-se nesta quarta-feira (22), no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), em Brasília. Durante o encontro, equipes compartilharam informações sobre iniciativas que estão em implementação, alinharam ações conjuntas e planejaram as próximas medidas. As missões do grupo, neste momento, são para apoiar o município na elaboração do mapa operacional dos bairros e consolidar o Plano de Ação Federal.

O Sistema Federal de Defesa Civil, coordenado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec/MDR), integra todos os atores e órgãos envolvidos na gestão de riscos e desastres, com a finalidade de garantir a execução de ações necessárias para a prevenção, mitigação, preparação para emergências, resposta e recuperação. “O objetivo principal da gestão de riscos é preservar vidas, além de minimizar os efeitos do desastre em curso, os prejuízos econômicos, sociais e a recuperação da área afetada”, destaca o secretário coronel Alexandre Lucas.

Além da Sedec e da Secretaria de Habitação, ambas do MDR, participaram representantes da Casa Civil; dos Ministérios de Defesa, Minas e Energia, Saúde, Justiça e Segurança Pública e Cidadania; Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e Agência Nacional de Mineração (ANM).

Mapa operacional

A partir de resultados do estudo realizado pela CPRM, está sendo elaborado pela Defesa Civil municipal, com o apoio da Defesa Civil Nacional, um mapa operacional do bairro. A finalidade é definir, detalhadamente, as regiões que precisarão ter os imóveis desocupados, assim como as áreas que devem continuar em monitoramento constante e que podem apresentar algum risco de acordo com o volume de previsão de chuvas.

O estudo foi apresentado durante audiência no município, no último dia 8, e está disponibilizado neste link, no site da CPRM. Já o mapa operacional, em fase de elaboração, envolve diversos órgãos e aspectos de alta complexidade. A expectativa é que seja divulgado em junho.

Plano de Ação

O planejamento abrange todos os órgãos que serão responsáveis diretos por ações de curto, médio ou longo prazo em suas áreas de atuação. As medidas contemplam, por exemplo, ações de defesa civil, monitoramento geológico, saúde, habitação, educação e segurança pública, dentre outras.

A previsão é apresentar as propostas de cada área para o Plano de Ação também no mês de junho.

Sala de Coordenação Federal

A Sedec instalou uma Sala de Coordenação Federal no bairro Jacarecica, em Maceió. Uma equipe da Defesa Civil Nacional está diariamente na unidade de apoio, que poderá ser utilizada também por todos os órgãos federais que precisarem ir até o município. “Trabalharemos de forma multidisciplinar, intersetorial e com multiagências”, explica o coronel Alexandre Lucas.

A sala é bem localizada, possui computadores, internet e equipamentos para a realização de videoconferência. “Vamos reunir nesta central os órgãos federais para acompanhar o nosso planejamento, pois trabalhamos de forma extremamente integrada ao município e estado, dentro de uma lógica de sistema de comando de operações. A Defesa Civil municipal é o principal ator, que realiza o atendimento direto ao cidadão. E nós trabalhamos de forma estratégica, fazendo a articulação com todos os atores e órgãos federais”, explica Aldo Neto, coordenador-geral de Gerenciamento de Desastres da Sedec.