Maceió

Orla de Maceió recebe obras de infraestrutura e mobilidade

Secom Maceió | 12/11/19 - 11h19
Marco Antônio/Secom Maceió

Nos últimos anos a Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), tem investido em obras de infraestrutura e mobilidade urbana na orla marítima da cidade para melhor atender aos  maceioenses e turistas.

O secretário Jair Galvão afirma que este investimento potencializa o destino Maceió nos mercados emissores, atraindo mais turistas para a capital alagoana. “Temos inovado na gestão pública do turismo, atuando principalmente na estruturação do destino com obras, projetos e ações voltadas à melhoria dos atrativos e dos espaços físicos. Com isso, estamos alcançando resultados fantásticos no que diz respeito ao crescimento de indicadores de demanda e Maceió hoje é um dos destinos mais vendidos da América Latina”, informa o secretário.

Jair Galvão, secretário municipal de Turismo. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Jair Galvão destaca algumas obras, como é o caso da Via Litorânea, que liga os bairros de Cruz das Almas e Jacarecica, desafoga o trânsito na região e ainda oferece a vista da orla marítima. Foram investidos R$ 28 milhões na construção da avenida, com aplicação de recursos municipais e federais.

Outro passo importante foi a implantação da sinalização turística em 72 pontos da cidade, como praias, museus, praças, mercados e igrejas. O projeto é resultado de um contrato de repasse do Ministério de Turismo (MTur), com o objetivo de ajudar o turista a localizar os atrativos turísticos, traçar uma rota para o próximo destino e obter informações. As placas foram implementadas de acordo com os princípios básicos do Guia Brasileiro de Sinalização Turística.

A entrega do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) Móvel, localizado na Ponta Verde, é considerada uma conquista importante para a cidade. O equipamento funciona todos os domingos, das 9h às 17h, e oferece informações turísticas sobre atrativos naturais, culturais e gastronômicos, bem como meios de hospedagem e agências de receptivo.

Inaugurado em agosto deste ano, via contrato de repasse com o Ministério do Turismo, o equipamento conta com uma estrutura composta por TVs, ar condicionado, tablet, frigobar, cafeteira, mesas e cadeiras para atendimento externo.

Outras iniciativas como a instalação de parquinhos sustentáveis, a construção do Boulevard da Pajuçara, a Academia Maceió, o projeto Praia Acessível e a realização do Natal de Folguedos chamam a atenção dos visitantes e moradores da cidade para as melhorias na região.

Além disso, obras como a Ecovia Norte e a implantação de banheiros públicos na orla estão em execução e vão melhorar ainda mais o acesso e as condições da região. A Ecovia Norte, orçada em R$ 20 milhões, liga os bairros Benedito Bentes e Guaxuma e tem previsão de conclusão para junho de 2020. Quando estiver pronta, a obra facilitará o trabalho entre a parte alta de Maceió e o litoral Norte, melhorando o fluxo para o aeroporto.

Os banheiros públicos foram orçados em R$ 400 mil e serão instalados em pontos estratégicos da orla com uma distância de 1km, em média, de um para o outro. O projeto prevê a instalação de sete módulos e cada um deles contará com dois banheiros completos, contendo sanitários, pias, chuveiros na parte externa e adaptação ao uso.

Em 2014, uma ação civil pública do Ministério Público Federal (MPF), porém, impediu a realização de algumas intervenções na região. A ação, que no ano seguinte foi acolhida pela Justiça Federal, determina que a Prefeitura de Maceió não autorize qualquer nova obra em direção às praias de Ponta Verde e Jatiúca . A ação proíbe a edificação, inclusive, de novas obras de contenção das águas do mar que não tenham sido submetidas a estudo prévio de impacto ambiental, aprovações dos órgãos ambientais e que não tenham passado por audiências públicas. A Prefeitura recorreu da decisão e aguarda a posição da Justiça para que possa executar projetos importantes para a orla de Maceió, como a Guarderia, equipamento público destinado a pessoas com deficiência e esportistas náuticos que será disponibilizado na orla de Pajuçara, e a requalificação das calçadas da Avenida Amélia Rosa.

O Guarderia Acessível vai ocupar uma área localizada na Pajuçara, próxima ao Porto de Maceió, que será destinada à prática de esportes náuticos e projetos de acessibilidade e inclusão. O projeto viabilizará estrutura para guarda e manutenção de equipamentos náuticos, bem como ampliação e suporte do projeto Praia Acessível.

"