Meio Ambiente

Os sem floresta: expulsos pelo desmatamento, animais invadem condomínios no Antares

Gilson Monteiro com TV Pajuçara | 26/04/21 - 17h01 - Atualizado em 27/04/21 - 16h46

No filme de animação "Os Sem Floresta", de 2006, animais invadem a cidade após a urbanização expulsá-los da área verde onde habitavam.  Fenômeno parecido está acontecendo em Maceió, no bairro Antares, onde cobras, raposas e até tamanduás estão aparecendo em condomínios residenciais após o dematamento de uma área verde próxima. 

Com a fauna praticamente expulsa do seu habitat, moradores de três condomínios na parte alta da capital passaram a "conviver" com bichos como sagui e serpentes, que surgem nas áreas comuns e até em apartamentos dos residenciais Parque Maceió, Monte Verde e Mata Atlântica. 

"O Condomínio Parque Maceió fica próximo à área de proteção ambiental, e essa mata infelizmente está sendo desmatada e de forma muito agressiva. Com isso os animais estão começando a se refugiar nos condomínios. E aí buscamos a apoio para denunciar o que está acontecendo aqui no que restou desse bioma. Tanto a fauna como a flora estão sendo violentamente depredados. Com o desmatamento, os bichos fogem tanto do barulho como também em busca de alimento", explica o subsíndico do residencial, José Antunes de Oliveira Neto. 

No vídeo abaixo, um tamanduá, espécie classificada como "vulnerável" pela Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), aparece "passeando" livremente em uma área aberta de um dos condomínios. O flagrante foi feito por um dos moradores. 

Ufal vai mapear área

Uma equipe do curso de engenharia florestal da Universidade Federal de Alagoas atendeu a solicitação dos moradores e vai fazer um mapeamento da área, para dar suporte a futuras reivindicações junto aos gestores públicos.

"Será feito um levantamento técnico para entender essa situação, em que os animais estão saindo do fragmento conservado de mata, e indo até os condomínios. Isso é  um sinal de que a área verde está se reduzindo então essa população [animal] está saindo à procura de comida. Vamos fazer o levantamento de espécies da fauna e também das espécies, e entrevistar os moradores para fazer esse mapeamento para saber o que pode ser feito", disse o estudante da Ufal, Livandilmo Luiz. 

No vídeo abaixo, gravado por moradores, é possível ouvir o barulho da motosserra na área verde vizinha ao condomínio.